Imagem do post 3

A VINGANÇA DOS NERDS


Era muito fácil reconhecer um nerd na escola. O nerd era aquele menino esquisito, fechado e tímido que nunca beijou uma garota ou nunca jogou uma bola. Em dias normais, ninguém queria saber dos nerds, e os nerds não queriam saber de ninguém. Somente em dias anormais, aqueles com provas difíceis (todas), é que todo mundo queria sentar perto de um nerd para copiar as respostas certas das provas de matemática ou história geral.

Os nerds, como o próprio nome diz, eram nerds. Eles falavam apenas sobre coisas nerdianas como o Tetris, o TK-80 e um tal de Apple 2. Eles achavam toda a graça do mundo em um tal de Nintendo, Atari e Basic, enquanto a turma mais popular da escola combinava quem ia ficar com quem na próxima festinha do pijama, embalada pela trilha sonora da novela das sete, gravada nas revolucionárias fitas cassete de sessenta minutos laranja e preta da Basf.

Os anos passaram, as meninas mais bonitas da escola ficaram gordas, os galãs ficaram carecas, os nerds ficaram ricos.

Os nerds que eu conheci na minha infância, já construiram pontes que unem cidades inteiras, desenharam softwares que seguram milhões de transações em bancos transnacionais, lançaram campanhas publicitárias que ganharam Cannes, venderam milhões de reais em mesas de operação de bancos, lançaram livros, tiveram filhos, se transformaram em verdadeiros galinhas atrás da mulherada.

Os nerds mudaram o mundo, porque o mundo mudou, e quem vai dirigir (e já está dirigindo) esse novo mundo são os NERDS!

O líder do futuro resolve os problemas de hoje com tecnologia.

Os humanistas vão dizer que eu tô viajando, mas, infelizmente, é a mais pura realidade: a Tecnologia vai destruir milhões de postos de trabalho humano nos próximos dez anos, e abrir, logicamente, milhões de novas oportunidades para quem abraçar as mudanças. Você e eu estamos assistindo a construção de uma nova realidade, goste ou não. Todo problema de negócio pode, deve e será eliminado com o uso da tecnologia.

Eu quero um líder NERD! Eu quero um líder que abraça tecnologia. Eu quero um líder que encontra endereços no Google Maps, lê e-mails no Blackberry, aprende a pronúncia de uma palavra no Dictionary.com, participa de web palestras, grava podcastings, mantêm um blog, participa de um site wiki, é produtivo com RSS, controla as vendas da sua empresa do seu notebook, e obviamente, LÊ e RESPONDE e-mails na velocidade da luz.

Qualquer empresa consegue sobreviver alguns anos sem um plano de negócios formal, mas nenhuma empresa consegue fazer alguma coisa se não tiver um Microsoft Office instalado nas máquinas dos seus funcionários.

Qualquer rede de lojas de varejo encontrará na sua filial de comércio eletrônico a sua melhor loja de varejo (vide Ponto Frio, Americanas e Livraria Cultura); qualquer call center de sucesso encontrará nos novíssimos sistemas de reconhecimento de voz o seu futuro reinventado; qualquer loja de revelação de filmes fotográficos encontrará no armazenamento de imagens e foto-livros virtuais a próxima grande novidade; qualquer gráfica off-set sabe que a impressão digital vai transformar o seu mundo de papel; o futuro é brilhante para os CEOs, Presidentes e Diretores de empresas que colocarem o universo da tecnologia no TOPO da lista das coisas que tem para fazer HOJE.

Eu quero líderes que enfrentam os problemas de negócios de frente, e perguntam: “Qual é a tecnologia que resolve esse problema? Quanto custa? O quê é preciso fazer para implementá-la? Quando a teremos rodando com carga máxima? Qual é o plano para que isso aconteça?”.

Se as vendas da sua empresa estão baixas, é porque demos pouca bola para as tecnologias de automação de vendas que estão disponíveis há tempos, às vezes, até compramos, instalamos, mas não a levamos a sério o suficiente, pagamos caro para implementar e tiramos pouco proveito; se o marketing não consegue medir o retorno sobre os investimentos feitos nas suas atividades, é porque o líder deu as costas para o projeto de implementação de CRM na empresa; se os funcionários estão desmotivados, é porque o líder fez pouco caso sobre essa história de automação da avaliação de desempenho, universidade corporativa com e-learning, portabilidade de máquinas, mobilidade de pessoas e redes wireless; se não sabemos o quanto perdemos de dinheiro com o estoque de produtos que temos, é porque achamos “caro demais” essa história de business intelligence; se batemos cabeça, é porque esse tal de ERP não é prioridade.

Beleza, quebra! Toda empresa que despreza tecnologia merece quebrar. Todo líder que vira as costas para as novas tecnologias merece ser despedido.

Dias atrás, a CDW e a O’Keeffe & Company dos EUA, apresentaram os resultados de um estudo recente que fizeram sobre 152 empresas que cresceram dois dígitos nos últimos dez anos. O resultado é NERDIANO! 61% dos líderes dessas empresas responderam que a razão do seu crescimento está ligado ao fato de estarem profundamente envolvidos em todas as decisões sobre tecnologia, 59% desses líderes se consideram power users de tecnologia, 73% desses líderes se consideraram verdadeiros NERDs! 44% considera tecnologia como um investimento estratégico capaz de diferenciá-los no mercado, 35% vê tecnologia como uma maneira de vencer os maiores competidores e reter os melhores funcionários, daí a importância de estarem sempre escolhendo as melhores tecnologias disponíveis para assegurar que os funcionários possam realizar o trabalho que tem que ser feito da melhor maneira possível.

A guerra dos negócios hoje em dia não é entre os mais famosos e os menos famosos. As pessoas não compram os produtos mais famosos e as empresas não fazem negócios com as empresas mais famosas, as pessoas e as empresas fazem negócios com os melhores do mundo. No fim do dia, nós compramos os melhores, não os mais famosos.
Enquanto a turma simpática, ligada no populacho e cheia de empatia, fica famosa e não passa da média, seja um menino esquisito, fechado e tímido, mergulhe nas soluções dos problemas mais difíceis do mundo, nem que isso te custe alguns anos da sua juventude.

QUEBRA TUDO! Foi para isso que eu vim! E Você?
Ricardo Jordão Magalhães Um Nerd com muito orgulho!
E-Mail e Messenger: ricardom@bizrevolution.com.br BIZREVOLUTION

Posts similares

Comentários