Imagem do post 2

Como definir suas metas


Imagine que você está prestes a atravessar um vale.

O monte que o antecede, apesar de alto, não chega a ser tão íngreme – mas vários obstáculos tornam a travessia mais difícil do que aparentava ser.

“Ah, deixa pra lá”, você pensa. Você se julga incapaz de realizar tal ato baseado nos problemas que encontraria no caminho. Será que o destino vale mesmo a pena?

Na teoria, meta é um objeto de ambição de uma pessoa; um objetivo ou resultado desejado. Se é algo que você realmente quer, então a pergunta anterior já tem uma resposta.

Vale a pena sim.

E para quebrar o paradigma do impossível, continue lendo para conhecer as 5 teorias que devem ser colocadas em prática antes da caminhada começar.


  • Escrever a sua meta é essencial,

    nem que sejam simples anotações em uma folha de papel.

 ⠀

Sua memória pode até ser boa, mas um planejamento prévio e propriamente “documentado” será levado mais a sério. Isso transforma seu objetivo em algo grande, impossível de ser ignorado ou abandonado.

Um estudo realizado pela Dra. Gail Matthews, da Universidade Dominicana, descobriu que você tem 42% mais chances de atingir suas metas se você as anotar.

Falar por falar são apenas palavras jogadas ao vento. Não é à toa que o ditado é “tire suas ideias do papel”.

  • Especifique, detalhe e elabore.

    Quanto mais didático você for com relação ao que você quer, melhor será a fluidez na hora da realização.

 ⠀

“Ah, eu quero organizar meu tempo”. E aí? Uma ideia vaga é apenas um pensamento comum, não um projeto que realmente importa. Você quer organizar seu tempo para fazer o quê? Por quê? Quando?

Além de aumentar os níveis de prioridade, esses detalhes vão atuar como um guia que vai te levar direto ao ponto. Um passo a passo, como esse texto que você está lendo propõe desde o início.

  • Toda meta é valiosa.

    Não pense que a melhor meta é aquela que fica ao redor da sua zona de conforto.

 ⠀

Ninguém gosta de correr riscos, afinal, acaba sendo um jogo onde perder e vencer são consequências que andam lado a lado.

Digamos que um piloto de corrida decida fazer uma curva mais fechada para ultrapassar o carro da frente. Ele sabe que esse tipo de curva vai exigir mais esforço, mas os riscos são calculados.

Ou seja, você pode se arriscar ao visualizar algo grande, desde que trabalhe as consequências que podem vir no caminho. Esteja pronto para o que der e vier. Um risco bem estudado não passa de mais um pequeno obstáculo na trajetória para o sucesso.

  • Todo resultado é valioso.

    A partir do momento que você decide se arriscar em uma meta mais ousada, resultados ousados devem ser levados em consideração.

 ⠀

Falhar não é o fim do mundo. Existem vários meios para chegar no mesmo resultado, e vários resultados diferentes para o mesmo meio.

Talvez você atravesse o vale e chegue em um ponto distante do seu destino inicial. Não considere isso como uma derrota, afinal, o mais difícil você conquistou: a travessia.

Use resultados inesperados como fonte de experiência para outras tentativas. Se você sabe que caminho A te leva até outro ponto, tente o caminho B. Lembre-se de evitar cometer os mesmos erros.

  • Erros do passado não definem o seu futuro.

    Erros do passado te ensinam a buscar novos meios para alcançar o objetivo desejado.

 ⠀

Não é só porque você falhou da última vez que vai falhar novamente. Um mesmo raio não cai no mesmo lugar, e raramente alguém insiste em algo que não mostra resultado algum.

Se tem uma coisa que você não deve fazer é deixar o medo da repetição te impedir de tentar mais uma vez. Transforme o trauma em uma lição.

Quantas vezes você já não errou o cesto de lixo ao tentar jogar um papel de longe? É claro que, nessa hora, você mesmo se levanta e anda até o cesto para jogar de uma vez por todas.

Mas, espere um pouco. Alguma vez isso te impediu de tentar novamente um outro dia?

A persistência é inimiga da desistência e, apesar de ser mais difícil de se obter, é o item de maior valor na busca pelo sucesso.

Portanto, escreva suas metas em um papel, detalhe bem o que planeja fazer para alcançá-la, veja o passado como aprendizado, arrisque-se (com planejamento prévio) e não desista até obter resultados. Faça desse ano o melhor ano de TODOS!

Se falhar da primeira, tente outra vez, pois quem acredita sempre alcança!

Difícil conciliar a sua vida atual com os objetivos que você quer colocar em prática?
Aprenda a diferença entre as pessoas que terminaram 2018 com uma lista de sonhos realizados e as que estão se lamentando.
Clique aqui e inscreva-se Gratuitamente no Workshop Online O Melhor Ano de Todos!

 

 

Posts similares

Comentários