Imagem do post 3

Equilíbrio pessoal e profissional: Prioridade nas melhores empresas


De acordo com a pesquisa do Instituto Great Place to Work aconteceram mudanças na última década sobre as atitudes dos colaboradores com relação a trabalhar, família e flexibilidade.

Por exemplo, 72 das 100 maiores empregados no mercado americano, oferecem programas de trabalho compartilhado (job sharing), contra 18 há uma década atrás. Hoje também 79 ofecerem semanas de trabalho reduzidas contra 25 empresas em 1998.

A tecnologia também tem um impacto grande, 82 empresas já oferecem trabalho remoto, contra apenas 18 em 1998.

Esses benefícios refletiram no fato de que cada 8 de 10 colaboradores das 100 melhores empresas para se trabalhar (EUA), agora sabem que a gerência estimula o balanceamento de sua vida pessoal e profissional – um acréscimo de 11% comparado a última década.

Fonte: Instituto Great Place to Work (19 de Janeiro 2006)

Posts similares

Comentários