Imagem do post 1

PLANO B – 10 Passos para Você Empreender Empregado


empreender empregado

 

1 – Faça uma auditoria em Você!
Não entre em um negócio por entrar, veja se é realmente isso o que você quer.
Porque vamos combinar que não adianta se iludir; por mais que seu objetivo seja empreender empregado esta não é uma jornada fácil. Nessas horas é fundamental fazer uma avaliação sincera das suas competências, pesquisar os pontos positivos e negativos considerando as reais oportunidades de mercado. Só assim você garante que poderá usar tudo o que tem de melhor para fazer seu negócio se desenvolver.

 

2 – Entenda e aceite as suas fraquezas
Ser otimista é muito importante para construir um plano de sucesso, mas não fantasie! Todos temos pontos fortes e fracos – não somos heróis – e, achar que somos autossuficientes, é uma das principais formas de conquistar um fracasso bem doloroso. Ter consciência das suas limitações em determinadas áreas é a melhor forma de minimizar os problemas e até de arrumar o sócio ideal para suprir aquele ponto que não tem muito a ver com você.

 

3 – Aprenda que Equilíbrio é energia para crescer!
Se você não tiver tempo para a família, o trabalho, o lazer e para dar o pontapé inicial no seu sonho de empreender, em algum momento vai sentir o peso da frustração nas costas. Por isso, é indispensável manter seus papéis em equilíbrio, porque é essa estabilidade que vai impulsionar sua capacidade de realização e afastar o estresse da sua estratégia e, consequentemente, dos seus resultados. Com foco e um planejamento que contemple suas demandas sem neurose, a criatividade e a produtividade trabalham em conjunto para fazer a empresa deslanchar.

 

4 – Selecione, condense e FOQUE!
Por mais que o seu plano B envolva uma série de expertises que você ainda não tem e para isso seja bacana fazer um monte de cursos, ou que você tenha prometido que nos próximos meses guardaria uma grana para viajar pela Europa, empreender é uma escolha e exige que decisões sejam tomadas para determinar as prioridades sem assumir missões impossíveis. A melhor forma de assumir um modelo mental com mais equilíbrio é quando você separa o que realmente deve ser feito daqueles NÃOS que precisam ser ditos.

 

5 – Tenha um plano de negócios
Você só vai jogar tempo fora se sair fazendo coisas sem desenvolver uma estratégia para alcançar o mercado que deseja. Teve a ideia? Pesquisou o mercado? Então, comece desenhando seu plano de negócios sem esquecer que ele precisa atender uma necessidade e, se isso não estiver claro, REFAÇA! O roteiro que você vai produzir não precisa ser perfeito logo de cara, porque o objetivo é que você vá refinando o passo a passo no decorrer da criação.

 

6 – Tenha uma Reserva Financeira Responsável
Quando você escolhe empreender, precisa ter claro que não vai trabalhar apenas para si, porque seus esforços serão responsáveis por colocar comida na mesa de muitas famílias. A responsabilidade é maior do que você imagina e, na maior parte das vezes, a ficha demora pra cair. Por isso, se você acha que precisa investir “X” para tornar seu negócio realidade, dobre essa reserva, porque surpresas acontecem e desta vez você não tem chefe, mas terá fornecedores, clientes e funcionários que exigem preparo e seriedade.

 

7 – Time, apoio e partilha são a forma mais lucrativa de começar
Empreender enquanto está empregado é uma das melhores formas de começar, porque minimiza os riscos, né? Mas sem pessoas-chave que te ajudem a tocar a empresa quando você não puder estar presente, tudo vai ficar muito mais complicado. Envolva sua família, elabore planos em conjunto, distribua responsabilidades, encontre o sócio ideal, invista tempo treinando pessoas que sejam capazes de refinar processos e compartilhe dos valores da empresa. Se você fizer isso desde o começo, vai evitar muitos gastos no futuro.

 

8 – Use ferramentas & indicadores
Se você não quer que seu negócio se torne uma ilusão precisa definir indicadores que sejam capazes de dizer como a sua ideia está se desenvolvendo. E hoje em dia isso é algo muito mais fácil do que pode parecer para quem não gosta de números, porque na internet tem várias ferramentas para gestão financeira e de equipes, com indicadores bem definidos. Isso garante o mínimo de gestão para sua operação e feedbacks claros sobre os seus resultados. Para vencer a resistência aos números pense que “Contra dados não há argumentos”.

 

9 – Honestidade no emprego atual pode abrir muitas portas
Todos nós temos sonhos e seu chefe não é diferente. Se você trabalhar com a verdade desde o começo e garantir que seu projeto não prejudique a performance no emprego atual, pode conseguir até apoio dentro da empresa que trabalha para complementar a renda, desenvolver seu sonho e aprender novas formas que contribuam com os processos dentro da empresa que está atuando. Muitos líderes não se importam que seus funcionários se dediquem a uma atividade paralela. Então, se sentir abertura, falar a verdade desde o começo é sempre a melhor escolha.

 

10 – Decida o momento certo de sair
Em algum momento você vai precisar decidir por qual caminho vai seguir. Não precisa se desesperar, porque a pressa tende a tapar nossos olhos para as reais possibilidades. Mas ter isso em mente é o que vai direcionar a realização das metas em qualquer que seja a sua escolha. Analise os prós e contras antes de tomar decisões sem pular etapas, mas não subestime sua capacidade de realizar seu sonho. Não arriscar NADA é arriscar TUDO!
Descubra a Melhor Forma de Iniciar Uma Carreira ou Negócio que Traga Realização Pessoal e Profissional de Verdade! Clique aqui e Baixe Grátis o e-book Segunda Carreira

Posts similares

Comentários