Imagem do post 3

Por que sempre na última hora?


Todo mundo reclama que tem um monte de urgências, que vive em cima do prazo, que na empresa tudo é para ontem. A urgência está matando muita gente por aí com estresse, infartos; está matando relacionamentos; está matando bons momentos… Tem gente que tem tanta urgência que só sabe dar “rapidinhas”, e a vida vai correndo e ficando sem graça.

 

Que estamos ocupados e cheio de coisas para fazer, sem dúvida todos estamos. Agora a pergunta que fica é: será que você está ocupado com coisas realmente importantes? Que vão trazer resultados de fato para sua vida, para sua empresa? Ou está apenas correndo atrás de sabe-se lá o quê?

 

Pare por um momento e analise as suas urgências. Você vai descobrir que a maioria delas foram esquecimentos, coisas importantes negligenciadas, erros de comunicação, falhas de processo, pessoas que não sabem se planejar e por aí vai. Boa parte do urgente poderia ser evitada, mas nossa mente é focada em resolver urgências, não em previni-las.

 

Se não quiser viver com a Síndrome do Bombeiro por toda a sua vida, aceite que é possível mudar isso. Eu consegui, muitos conseguiram e você também pode fazer! Comece a pensar: Como eu posso antecipar minha vida em 2 dias? O que quero dizer com isso é que você vai começar a olhar para a frente e ver tudo que deve ser feito nos próximos 3 dias e trazer a “tempo presente”. Ou seja, se a coisa for para quarta-feira, faça na segunda-feira.

 

Essa é a forma mais simples e básica de começar a diminuir as urgências. Elas nunca vão deixar de existir, mas precisam ser colocadas sob controle no seu tempo.

 

Adiantar sua vida. É isso que prego, é isso que começa a te dar mais controle sobre a sua vida. A evoluir ao invés de simples agir freneticamente.

 

E então, o que você pode fazer adiantar sua vida e minimizar as urgências?

 

 

Texto atualizado em 12 de abril de 2017

Posts similares

Comentários