Imagem do post 1

Redes Sociais ocupam cada vez mais tempo


Se você ainda não percebeu o mundo mudou! As redes sociais agora são os brinquedos do século XXI. As crianças de hoje serão os adultos que irão usar as redes sociais para tudo amanhã.

Os internautas de todo o mundo p assaram mais de cinco horas e meia em redes sociais em dezembro do ano passado, de acordo com pesquisa mundial da Nielsen Wire, divisão da consultoria para análises do mercado on-line. Segundo o levantamento, o número representa aumento de 82% em relação ao tempo que os usuários da web gastaram no mesmo mês do ano anterior.
A Nielsen constatou que, de dezembro de 2008 a dezembro do ano passado, a audiência das redes sociais, de forma geral, aumentou 27%, saltando de 242 milhões de usuários únicos para 307,4 milhões. O Facebook foi o site mais visitado, com 67% de toda a audiência dos sites de relacionamento, que passaram seis horas, em média, no site.
No ranking de audiência das redes sociais por país, o Brasil já ocupa o terceiro lugar, com 31,3 milhões de usuários registrados em dezembro. O primeiro lugar ficou com os Estados Unidos, que teve 142 milhões de visitantes de redes sociais, seguido pelo Japão, com 46,5 milhões.
Web Expo Forum

Meu filho tem 10 anos, ele usa MSN, Skype, joga online com os colegas, usa o Neotriad para gerenciar provas e trabalhos (delegando as tarefas para mim ou para a mãe), faz trabalho da escolha compartilhando a tela com seus amigos via LogMein, manda e-mail pra professora, etc. O de 4 anos já consegue jogar também via Net.

crianc3a7aecomputador

Eu nunca parei pra ensinar como instalar o Skype, usar o Neotriad ou jogar em rede, ele aprendeu tudo sozinho, naturalmente, um amiguinho ajudando o outro nisso. É colaboração na veia.

Isso não vai fazer do meu filho um anti-social, como meus pais e muitas pessoas pensavam alguns anos atrás, ele combina via Net de ir ou dos amigos virem aqui em casa brincar. É apenas um novo modo de viver, aonde as redes sociais colaborativas fazem parte do dia-a-dia das crianças.

Isso significa que os pais precisam entender essa mudança, que os professores vão ter de gerenciar muito mais seu tempo porque as aulas vão continuar “pós-escola” via e-mail, orkut, etc..

Claro que tudo precisa de limite, deixar seu filho ficar horas e horas no computador para você ficar sossegado é fácil, mas não é certo e ainda pode ser perigoso! Eu logo tudo que meu filho faz e fala na Internet, dou liberdade mas de forma monitorada.

E você? Como lida com as “crianças sociais”?

Posts similares

Comentários