Imagem do post 1

Será que meu tempo precisa de um coach?


De alguns anos para cá o coaching entrou na pauta da maioria dos executivos e empresas brasileiras. Milhares de pessoas largaram suas carreiras executivas e adotaram uma vida como coach. E mais uma centena de empresas se especializou em criar “coaches” para o mercado.

Coaching é uma febre hoje. Ficou chique dizer que você faz coaching com alguém. E ainda mais top é você se tornar um coach. Tem tanto coach no mercado, que em algumas cidades tem mais coach do que professor, do que médico, etc.

Eu acredito no processo de coaching, eu acho que ele ajuda bastante em diversas situações. Ele pode te ajudar a enfrentar decisões de carreira, a descobrir sua missão pessoal, a orientar suas ações com o time, a lidar com problemas profissionais, definir metas e etc. Agora o importante é não confundir coaching com terapia, são coisas completamente diferentes.

Em alguns momentos talvez você precise de uma terapia, com uma psicóloga mesmo, que te ajude a descobrir a origem de seus problemas, veja diferentes versões da mesma história, te ajude a se auto descobrir e a lidar com seus conflitos pessoais.

coach tempoO coaching também não é que vai decidir nada por você, ele tem de ajudar você a descobrir por si próprio. Se quiser que alguém decida por você, ai você precisa de um mentor, que baseia sua decisão em experiências anteriores e conhecimento do assunto, justificando melhores caminhos para você.

Eu tive uma coaching durante um tempo, que me ajudou a lidar com alguns aspectos da minha liderança. E tive um mentor que me ajudava a tomar as decisões de negócio corretas, em um mercado que não conhecia. Ambas as experiências foram muito positivas para mim.

O problema não está no coaching, mas na qualidade do coach. Como em toda a profissão tem pessoas boas e idiotas que estragam o mercado. Por isso você precisa escolher muito bem quem vai ser a pessoa que vai te ajudar, ou vai jogar dinheiro no lixo. Converse com pelo menos três ou quatro ex-clientes, analise o resultado. Peça também referência de um caso de insucesso, analise uma óptica diferente. Pesquise sobre sua formação, pois no Brasil, tem curso de coaching por correspondência e tem empresas sérias que são muito bem conceituadas no mercado. Analise também a experiência previa ao papel de coach. Será que ele saiu da faculdade e virou coach ou foi uma pessoa com bagagem e experiência prática em diversas áreas/empresas?

E para administrar seu tempo, você precisa de um coach? A minha resposta é que o coaching pode te ajudar em uma parte do processo, ele pode te ajudar a identificar o que é importante para você e seus objetivos, ensinar uma ou outra forma de planejar. Inclusive diversos coaches aplicam a metodologia Tríade em seus processos.

Porém o coaching tem limitações na área de produtividade de verdade, na maior parte dos casos depois de um tempo só vão te atrapalhar e sugar seu dinheiro tentando. Um coach sério sabe a hora de parar e também seus limites de atuação.

No quesito de produtividade e gestão de tempo, coaching por si só não adianta, é preciso mentoring, ou seja, um cara que te diga o que fazer, quando e como fazer. E se você não fizer vai fazer junto com você. Chega um ponto em produtividade que para mudar o mindset, é preciso ação, “porrada externa“ e aceitação dos erros, mas esse é um assunto para outro post.

Se você está pensando em achar um coaching, veja se seu caso é aplicável a coaching, terapia, mentoring, astrologia ou em reuniões com você mesmo. Caso decida por um coach, analise bem seu histórico, combine a forma de atuação que se sente mais confortável, mapeie claramente seus objetivos e analise o progresso. Se não funcionar, pode ser que o coach não seja o mais adequado ao seu caso ou talvez não seja coaching a sua necessidade.

Posts similares

Comentários