Imagem do post 1

VIVO: EMPRESA X PROFISSIONAL DE QUALIDADE


Bem, essa história minha com a Vivo já virou até piada. Aqui no blog é uma novela contando em capítulos. Será que há esperança para a VIVO?

imageÉ impressionante como a empresa quando cresce perde a relação com seu cliente e isso pode ter certeza que é o começo do fim.

Conseguimos um contato com uma nova revenda da Vivo, mudamos o nosso antigo representante para a empresa Idéia & Soluções. Ligamos para eles na terça, na quarta a Carolina e Rosângela estavam aqui no escritório.

Eu estava totalmente em descrédito, fui até meio rude, mas elas foram totalmente atenciosas em ouvir a história, entender o problema e gerar solução. Foi uma reunião perfeita, como ensino no meu livro Estou em Reunião: elas levaram para a resolução, foram positivas, tiveram total interesse em criar uma solução para o meu problema.

Resultado: cliente satisfeito! Pelo menos por enquanto. Acreditando na Carolina, vou mandar renovar o contrato. E dar mais uma chance para a Vivo, pois a esperança é a última que morre. Mas se não for, não vou nem encher o saco do Roberto Lima de novo, vou migrar para a Claro.

Tudo no mundo é questão do profissional, da pessoa por trás da empresa. Um bom profissional faz toda a diferença (por mais incompetente que a empresa seja – no caso da VIVO). Hoje em dia tá sobrando emprego e faltando gente boa para trabalhar. Talento nato, daquele que você não precisa de currículo para ver. Daquele que você olha a atitude do profissional e enxerga a diferença.

Parabéns a Carolina pela atitude. Quem sabe ela não migra da VIVO para a Triad um dia?

Alguns meses atrás, uma menina (menina mesmo) veio me vender um curso de inglês. Ela me encontrou no elevador do prédio e me convenceu que eu precisava ouvir a proposta dela. A atitude dela me convenceu.

Na data agendada, ela começou a falar do curso, a vender paixão, profissionalismo, uma atitude diferente. Eu não queria um curso de inglês, mas ela me prendeu por 30 minutos dando um show de venda com emoção, de quem realmente acredita no que faz. Deu um banho em muito vendedor macaco velho.

No final eu perguntei: você nunca pensou em mudar de área? Quer trabalhar com consultoria? Ela ficou atordoada. Mas agendei uma entrevista dela com a gerente comercial e hoje ela está na Triad como gerente de contas! E fechou seu primeiro grande negócio no mês passado! Com certeza, a médio prazo, ela vai muito longe.

Eu não vi currículo, não vi histórico, não vi nada. Vi atitude! Vi alguém que pode fazer a diferença no atendimento de um cliente, que preocupa em dar soluções aos problemas levantados, quem tem proatividade e paixao!

E você? Tem paixão pelo que faz ou é apenas uma rotina?

Usar seu tempo com sabedoria é viver por aquilo que você acredita, faz aquilo que ama! Caso contrário é apenas uma vida circunstancial, apenas um ciclo de sobrevivência… mas isso já é história para um outro post!

ps.: Preciso de: programador .Net apaixonados, pessoas de suporte técnico com visão de negócio, designer breakthrough e comercial apaixonado! currículos para meu e-mail!

Posts similares

Comentários