Pular para o conteúdo
Início » Como ter foco: passo a passo completo com 15 dicas

Como ter foco: passo a passo completo com 15 dicas

Hoje pretendo ser direto e te mostrar como ter foco no trabalho, nos estudos e na vida em geral. Resolvi trazer esse tema porque um ingrediente que anda faltando cada vez mais no dia a dia é o foco.

É impressionante como a tecnologia (smartphone, e-mail, redes sociais, etc.) e o ambiente de trabalho têm sido fatores determinantes para todo mundo perder seu foco.

Pense no dia de hoje, quantas vezes você perdeu seu foco com outras atividades, ligações, e-mails ou pessoas? Provavelmente muitas vezes. Isso cria o terrível modelo de multitarefas que muitas pessoas insistem em adotar.

Nas minhas conversas com líderes e gestores de empresas brasileiras – das pequenas às grandes – tenho medido que a multitarefa pode custar de 1 a 3 horas por dia.

Isso mesmo! Se você fosse mais monotarefa, poderia economizar algumas horas diárias, produzindo o mesmo volume de atividades. Além disso, a quantidade de “não” que você diz para as pessoas e como exercita o seu cérebro ajudam a manter o foco.

Olha só o que irei abordar neste artigo:

Sumário

O que é foco?

Conceitualmente, o termo foco tem vários significados. Em física, é o ponto que faz convergir os raios luminosos; na medicina, o ponto que identifica a localização de um doença e na geometria, o ponto de emanação dos raios vetores.

Trago esses vários significados porque é bem comum ouvir frases clichês do tipo: “foco força e fé” e “a minha meta é manter o foco”, proferidas por pessoas que nem sequer sabem o seu significado.

Então, proponho estabelecermos como foco “a visão de um objetivo bem definido”. Assim, quando eu falar “ter foco”, entenda como:

“Ter um objetivo, estabelecer um planejamento, ser organizado e ter persistência para atingir as metas e alcançar o que se pretende”.

Por que eu não tenho foco?

Como ter foco é uma das perguntas mais feitas no Google. Milhares de sites têm algo a dizer sobre esse tema, afinal, como eu trouxe no início do texto, a perda de foco é um problema cada vez mais comum.

Mas existe uma razão para isso, ou melhor, várias razões. A falta de foco pode ser causada por estresse, cansaço e má qualidade do sono, o que é bem comum quando estamos sobrecarregados de coisas a fazer.

Quando a falta de foco se faz constante no dia a dia, e apresenta-se de forma duradoura, isso pode ser sintoma de condições psicológicas, como a ansiedade e o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Como as causas para a falta de foco podem ter diferentes motivos, é importante ter atenção ao contexto e as sensações/sentimentos comitantes. Busque ajuda se achar necessário.

Descubra quanto tempo o cérebro fica focado

Estima-se que o cérebro humano consegue focar em um único objeto por 50 ou 60 minutos. Depois desse período, inevitavelmente perdemos a atenção.

Uma vez distraídos, o demoramos cerca de 23 minutos para voltar a atenção à tarefa original. Quando alternamos de forma frequente as tarefas ou nos distraímos, acredite, o cérebro se “desacostuma” a focar.

Esse fenômeno se chama “atenção residual”. O conceito criado por Sophie Leroy, professora da Universidade de Washington, se baseia no fato de que parte da atenção continua processando a atividade secundária mesmo após voltarmos para a tarefa inicial.

Em resumo, as distrações geram um enorme prejuízo de tempo, energia e produtividade.

O custo da falta de foco no trabalho

De acordo com uma pesquisa da Workplace Options (empresa de serviços de EAP), 53% dos entrevistados afirmaram que as distrações no ambiente de trabalho afetam a sua produtividade. Segundo Jonathan Spira, co-autor do estudo, estas distrações chegam a custar US $650 bilhões anualmente!

É muito dinheiro, não é verdade?

Na pesquisa, 60% dos trabalhadores dizem que ter um smartphone aumentou sua produtividade. 35% afirmaram que esses equipamentos aumentam o nível de distrações durante o dia e 50% afirmam que esse padrão se replica na vida pessoal.

Agora somando o problema do smartphone com as redes sociais o problema se agrava de vez. Na pesquisa, 55% dos entrevistados, sentem que acessar redes sociais no trabalho aumenta um pouco ou de forma significante o volume de distração.

Agora o que eu percebo cada vez mais e o que você também percebe: foi constatado na pesquisa: 42% dos entrevistados estendem seu horário de expediente para poder trabalhar sem serem interrompidos! Ou seja, eu preciso de mais tempo para fazer o mesmo!

odo esse problema já está tendo consequências: 1/4 dos entrevistados conhecem alguém que foi demitido por perder tempo no escritório com esse tipo de distrações.

E você, anda perdendo seu foco? Não sabe como ter foco e concentração no trabalho? Bom, se não cuidar o prejuízo é grande e o problema só tende a agravar. Confira nos tópicos seguintes como resolver esse problema.

O que fazer para ter mais foco?

Muita gente ainda não se deu conta que a falta de foco está relacionada aos hábitos do cotidiano. Desse modo, para recuperar a capacidade de atenção e concentração, é necessário exercitá-la e se disciplinar para isso.

Ou seja, você precisa adotar alguns hábitos no cotidiano, seja em casa ou no trabalho, que contribuam para o bom funcionamento do cérebro e, consequentemente, das suas funções executivas.

Separei algumas dicas gerais que podem te auxiliar em diversos aspectos da sua vida.

Como ter foco e concentração

Enquanto o foco é voltado ao objetivo e o que se planeja fazer, a concentração é a atenção focada em uma atividade. Para conciliar essas duas habilidades, trago algumas dicas abaixo.

1. Não seja multitarefa

Mais de 14 institutos de pesquisa, incluindo Harvard, MIT, Stanford, já provaram de formas diferentes que quem tenta a todo custo ser multitarefas perde até 30% mais de tempo na execução de cada atividade.

Quanto mais informações recebemos, de diferentes canais e mídias, mais a nossa mente fica caótica, impaciente e com menos capacidade de gerar pensamentos aprofundados.

Ao invés de insistir em ser multitarefas, o que eu recomendo é optar pela priorização de tarefas e criar uma sequência lógica de execução para o dia a dia. Isso sim é eficiente.

2. Realize exercícios de concentração

Assim como os músculos, você precisa malhar seu cérebro para ele atingir a sua melhor performance. Para isso, você pode realizar exercícios mentais que estimulam a concentração, o foco e a atenção.

Muitos desses joguinhos podem ser realizados no dia a dia, sem tomar muito do seu tempo, por exemplo, quebra-cabeças, jogos de cartas, jogos de memória e aprender um idioma.

Eu experimentei fazer um exercício da semana passada com objetivo de ligações mnemônicas. Basicamente, isso consiste em criar associações no seu cérebro com coisas que quer lembrar.

Então imprimi uma lista de palavras e coloquei 3 tarefas no Neotriad – Ler Listas de Novas Palavras – 5 minutos de duração. Ao invés de gastar 15 minutos lendo e relendo a lista na mesma hora, dividi em 3 tarefas de 5 minutos.

Fazendo isso por 3 semanas, você fixa esse hábito e consegue aproveitar seus benefícios para o resto da vida!

3. Tenha uma boa noite de sono

Dormir não é uma coisa importante, dormir é uma coisa fundamental. Um sono de baixa qualidade não só te faz acordar cansado no outro dia, também causa dificuldades de concentração e atenção, lentidão no raciocínio e problemas de memorização.

Uma vez menos concentrados, também ficamos menos produtivos. Por isso, é fundamental priorizar nosso sono e buscar soluções para melhorar a sua qualidade.

Três dicas práticas e úteis podem te ajudar a ter um sono reparador e como ter foco:

  • Evite bebidas estimulantes e álcool antes de dormir
  • Ao deitar, desligue a luz do seu celular, tablet, TV ou computador
  • Durma em um quarto escuro e frio entre 18ºC e 26º C

4. Busque alimentar-se adequadamente

Com certeza você já deve ter ouvido que comer alimentos saudáveis e menos industrializados contribuem muito para melhorar nosso organismo.

Alguns alimentos, em especial, como oleaginosas (castanha-do-pará, nozes e avelã), café, cacau e folhas verdes possuem minerais e vitaminas com um impacto positivo no cérebro.

Se você busca como ter foco na dieta, que tal começar o dia de amanhã com um café bem caprichado? Esqueça aquele cafezinho com açúcar cheio de pressa e dê preferência às frutas, pão e cereais.

5. Aprenda a dizer não

Dizer não pode ser um desafio. Mas tenha em mente que se você colocar as necessidades dos outros repetidamente à frente das suas próprias, pode perder tempo, dinheiro, energia e oportunidades de investir em seus sonhos e projetos.

Para não perder o foco no que é realmente importante para você, é preciso aprender a dizer não. Ensino como fazer no artigo Como dizer não: 7 dicas de como fazer sem culpa.

Cada “não” necessário que você disser para o outro, é um “sim” que está dizendo a você.

Como ter foco no trabalho

Agora que você já conhece as dicas básicas para ter mais foco e concentração, confira a seguir algumas estratégias de como ter foco no trabalho.

1. Tenha uma agenda

A lista de afazeres diários é enorme, logo, as chances de perder o foco também. Por esse motivo, é importante ter uma agenda para organizar as tarefas do dia, manter o foco no que é importante e ser produtivo.

Contudo, o maior problema de produtividade é ter “lugares” de anotações, e aí se perde na hora de planejar. A dica é escolher um único ambiente para centralizar as tarefas, cadernos, planners ou IPad.

Eu, particularmente, não uso mais caderno e planner para anotar nas reuniões. Se estiver com meu notebook ou celular, uso o Neotriad para anotações, pois tudo, absolutamente tudo que preciso fazer vira tarefa nessa ferramenta.

2. Crie metas e acompanhe seu progresso

Metas dão foco e funcionam como impulsos para sonhos se tornarem realidade. Ter metas e objetivos claros ajudam a manter o foco no que foi planejado na agenda, por exemplo, e gera mais motivação.

Também é importante estabelecer indicadores de desempenho para acompanhar o progresso dos seus esforços. Novamente trago o Neotriad como dica de ferramenta para quem busca como ter foco no trabalho.

Entre seus vários recursos, ele tem agenda individual e da equipe, lista de tarefas e indicadores de produtividade em tempo real.

3. Faça pausas para restaurar a energia

É importante deixar claro que para manter o foco nos resultados, você não precisa trabalhar ininterruptamente e só levantar para ir ao banheiro e almoçar. Pode até parecer óbvio isso, mas alguns profissionais ainda se submetem a isso.

Mais do que importante, é essencial fazer pausas durante o horário de trabalho. Ainda que você não consiga recarregar sua bateria 100%, como faz à noite, as pausas são estratégicas para limpar a mente e manter o foco no trabalho.

Ao concluir uma tarefa, procure tirar uns minutinhos para dar uma caminhada, tomar um café e relaxar. Só não faça disso uma distração e extrapole o tempo.

Produtividade x Energia – https://www.youtube.com/watch?v=mMry6Vz5m9w

4. Afaste-se dos vilões da produtividade

No tópico “Descubra quanto tempo o cérebro fica focado”, eu mencionei como as distrações geram um enorme prejuízo de tempo, energia e produtividade. Logo em seguida, trouxe alguns dados extraídos de pesquisas.

Pois bem, as distrações externas são um dos grandes vilões da produtividade nas empresas brasileiras. Fazem parte desse grupo o celular, as redes sociais, as conversas paralelas…

Fique atento também a:

  • Sobrecarga de trabalho
  • Excesso de reuniões
  • Falta de organização
  • Perfeccionismo
  • Baixo engajamento

Esses são alguns fatores que tiram o foco e afetam a produtividade de um profissional.

5. Estabeleça limites

Você conhece seus limites? Já parou para pensar que como ter foco depende disso? Caso não, aproveite para fazer essas reflexões.

Nos conhecendo e sabendo das nossas limitações poderemos traçar metas, planos e projetos a curto, médio e longo prazo e ter segurança que conseguiremos realizá-los com foco.

Saiba dizer “não” às coisas que gastam seu tempo desnecessariamente e pouco contribuem para alcançar seus objetivos é importante para o seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Como ter foco nos estudos

Assim como no trabalho, manter o foco nos estudos não é uma tarefa tão fácil, principalmente quando existem muitas distrações externas e um elevado nível de autocobrança. Tudo isso impacta diretamente no foco e no aprendizado.

Foi pensando nisso, que eu separei um tópico para falar apenas sobre como ter foco nos estudos. Acompanhe abaixo e saiba como melhorar o seu rendimento.

1. Organize um programa de estudos

Um programa de estudos nada mais é do que uma forma de organização que define um tempo ou cronograma para se dedicar à aprendizagem de um conceito, um tema ou assunto.

Ele é ideal para concursos públicos, provas de classe e vestibulares, uma vez que ajuda a gerenciar melhor o tempo, aumentar o foco e dar motivação.

O método tradicional consiste em criar uma planilha com os dias da semana e horários do dia, distribuindo as matérias a serem estudadas nesses campos. Minha dica é intercalar as matérias que você gosta e menos gosta nos dias da semana.

Se você não gosta de raciocínio lógico, por exemplo, mas sabe que precisa se dedicar semanalmente à matéria. Você pode dividi-la em pequenos blocos, como estudar 30 min de teoria na terça, responder 30 questões na quinta e assistir 2 a 3 vídeos no sábado.

Outra dica é fazer mapas mentais para resumir e memorizar conceitos importantes abordados em aulas, palestras ou livros.

Como tornar o estudo mais produtivo? – https://www.youtube.com/watch?v=II9SnmpONWc

2. Estude em um ambiente organizado e tranquilo

Uma pessoa pode gastar, em média, 40 minutos diários localizando e procurando informações desorganizadas. Além da perda de tempo, um ambiente desorganizado atrapalha o funcionamento do cérebro, pois causa estresse e compromete a produtividade.

Por outro lado, um ambiente organizado e tranquilo reduz as chances de distração e, consequentemente, melhora o foco e a concentração.

Busque um lugar só seu para estudar. Preferencialmente um cômodo com iluminação natural, limpo, arejado e silencioso.

3. Reduza as distrações

As redes sociais entraram para ficar na vida das pessoas e das empresas. Se você souber usar bem, vai aproveitar os benefícios, agora se usar mal, vai conseguir mais um ladrão de tempo e de foco.

Hora do estudo, é hora do estudo. Para reduzir a distração com o celular, busque um lugar silencioso, desative as notificações e, se puder, desligue qualquer dispositivo que possa desviar a sua atenção.

4. Aposte na técnica Pomodoro

A técnica criada pelo italiano Francesco Cirillo, no final dos anos 80, se baseia na ideia de dividirmos nosso tempo em blocos de concentração intensa e blocos de descanso.

Assim, para manter o foco nos estudos, você deve ter 25 minutos de concentração total e 5 minutos de descanso. Repita 4 blocos de concentração total, equivalente a 2 horas, para ter uma pausa maior de 30 minutos antes de reiniciar o ciclo Pomodoro.

Veja abaixo como fazer na prática:

  1. Reveja seu programa de estudos e selecione uma atividade
  2. Programe o despertador do celular para tocar em 25 minutos
  3. Foque na atividade até o cronômetro apitar para fazer a pausa de 5 minutos
  4. Após esse pequeno descanso, dê continuidade à tarefa, repetindo o processo de concentração total por 25 minutos e descanso por cinco minutos.

5. Ouça músicas que dão foco e concentração

Como ter foco nos estudos = ouça música

Sim, você também pode contar com a música como um aliado nos estudos. De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade de Caen, na França, estudar escutando música clássica aumentou a concentração dos alunos em 12%.

Hoje em dia existem várias playlists no Spotify, Deezer e Youtube, por exemplo, criadas especialmente para ampliar o foco e concentração. Deixo abaixo algumas dicas:

FAQ

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Acabe com a PROCRASTINAÇÃO e comece a ter resultados em sua vida!

X