Pular para o conteúdo
Início » Como trabalhar em home office: 4 dicas para ser mais produtivo

Como trabalhar em home office: 4 dicas para ser mais produtivo

Aprender como trabalhar em home office se tornou uma prioridade para muitos profissionais. De acordo com a pesquisa da Korn Ferry, consultoria global de carreira, 85% das empresas brasileiras adotaram totalmente o home office em 2021.

A tendência é que essa modalidade de trabalho ainda permaneça em muitas empresas, já que há vantagens para funcionários e empregadores, como por exemplo, economia com transporte e infraestrutura, flexibilidade de horários e melhor qualidade de vida.

Porém, assim como existem vantagens, há também desvantagens, entre elas a redução da convivência social, o aumento na frequência das reuniões, a possibilidade de excesso de trabalho, entre outros.

Você que já trabalha em home office ou está em busca de oportunidades, conheça mais sobre essa modalidade e se torne um funcionário mais produtivo no conforto do seu lar.

Continue a leitura desse artigo e confira:

Sumário

O que é home office?

A palavra em inglês home office, quando traduzida literalmente, significa escritório em casa. Ou seja, o home office é uma modalidade de trabalho, inclusive respaldada por lei, em que o colaborador atua a distância.

Sendo assim, o funcionário não precisa se deslocar todos os dias até um local de trabalho para poder desempenhar sua função profissional.

Quais são os tipos de trabalho home office?

O home office contempla diversos tipos de atividades que podem ser realizadas em casa ou em qualquer lugar, fora da estrutura física de uma empresa, entre elas estão:

  • Consultoria
  • Tradução
  • Produção de conteúdo
  • Edição e revisão de textos
  • Aulas particulares
  • Criação e gerenciamento de lojas online
  • Atendimento e assistente virtual
  • Programação e desenvolvimento de softwares

Trabalho remoto x home office

As atividades descritas acima, além de outras não mencionadas, podem ser executadas de forma remota ou home office. Pois é, existem diferença entre ambos.

O home office é uma das modalidades do trabalho remoto, que consiste na prestação de serviços à distância, fora da estrutura física de uma empresa.

Dessa forma, quando um funcionário não está trabalhando na empresa, e sim em coworking, hotel ou em casa (home office), o seu trabalho pode ser considerado remoto.

CLT x PJ

Até alguns anos atrás, o home office era adotado, em sua maioria, por profissionais autônomos e freelancers. Esse tipo de relação não gera vínculos empregatícios, logo, prevalecia a contratação na modalidade PJ (pessoa jurídica).

No home office PJ, a carteira de trabalho não é assinada, a empresa não é obrigada a oferecer nenhum tipo de benefício (auxílio-alimentação, plano de saúde, etc.) e o pagamento é realizado mediante emissão de nota fiscal.

No caso do contrato CLT, ou seja, aquele regulamentado pela Consolidação das Leis do Trabalho, o funcionário tem sua carteira assinada, recebe pacote de benefícios e o horário de trabalho geralmente é acordado entre empresa e empregador.

Recentemente, a Medida provisória 1.108 trouxe algumas novidades em relação ao home office com objetivo de ajustar a legislação às necessidades dessa forma de trabalho. As mudanças incluem, por exemplo, a possibilidade de trabalho híbrido e contrato por tarefa.

Como montar um home office gastando pouco?

Para montar um home office mais barato você pode usar a criatividade e aproveitar o que já tem em casa.

A mesa é um dos principais móveis do escritório. Se a grana tá curta para comprar uma nova, a saída colocar a mão na massa e montar a sua própria ou fazer uma mesa embutida na parede, estilo prateleira.

Você ainda pode usar itens do dia a dia, como um copo ou uma xícara de café para ser um acessório de porta lápis e canetas, e assim manter a organização no escritório de casa.

O segundo item indispensável é a cadeira. Nesse caso, é recomendável não economizar, pois o barato pode sair caro. O melhor tipo são as cadeiras ergométricas, que proporcionam mais conforto durante o trabalho, e podem te poupar de problemas na coluna no futuro.

Além disso, é ideal que o ambiente escolhido para trabalhar seja em lugares bem arejados e com iluminação natural. Assim, evita-se o gasto de energia com lâmpadas acesas, ar condicionado ou ventilador ligado durante o horário de trabalho.

Para finalizar, sem internet não há home office! Se o seu trabalho não consumir muito em relação ao uso de dados, opte pela internet compartilhada para ter ainda mais economia.

Confira esse vídeo e entenda a importância de organizar seu espaço home office:

4 dicas para ser mais produtivo no home office

O home office pode parecer, à primeira vista, um sinônimo de produtividade. Afinal, não há perda de tempo com trânsito, distrações de colegas, nem chefes com exigências de última hora, além de ter autonomia nos horários. De fato, parece ser um verdadeiro ideal de trabalho.

Porém, ao trabalhar em casa, qualquer profissional se depara rapidamente com um enorme desafio: a disciplina para manter o foco. Esse é um dos principais elementos que contribuem para a produtividade.

Uma vez distraídas, as pessoas demoram cerca de 23 minutos para voltar a atenção à tarefa original. Quando se alterna os afazeres frequentemente, ou faz diversas pausas por se distrair com facilidade, o cérebro “desacostuma” a focar novamente.

Curioso, não? Porém, existem algumas técnicas para minimizar as distrações e, garantir a produtividade. Veja só:

1. Não misture lazer com trabalho

Mesmo que você tenha montado seu escritório num cômodo específico da casa, é fundamental que ele seja usado apenas para o trabalho. Mantenha a área de lazer separada.

Isso inclui, por exemplo, televisão, videogames e outras formas de entretenimento. O ambiente deve ser em um lugar reservado na casa e as pessoas que moram com você precisam ser orientadas para respeitar seu horário de trabalho.

2. Estabeleça pausas regulares

Sabe aquela hora do cafezinho, quando você trabalhava na empresa? Pois é, ela é fundamental para manter a sua produtividade, e mesmo estando em casa, você não deve abdicar dela.

Ainda que você não consiga recarregar sua bateria 100%, como faz à noite durante o sono, as pausas são estratégicas para limpar a mente e manter o foco no trabalho logo em seguida.

3. Configure a internet para trabalhar

É fato que a internet possui muitas distrações, e ao trabalhar home office é preciso estar atento para não cair nessa armadilha. Usar a internet a seu favor vai desde evitar certos aplicativos e sites durante o horário de trabalho, até utilizar sistemas de rastreamento do tempo gasto nas tarefas.

Organize os horários para checar e responder e-mails, verificar as mensagens no celular, e estabeleça, inclusive, o momento que vai entrar em alguma rede social, se o seu trabalho exigir que esteja conectado a elas.

Além disso, é interessante separar um tempo para pesquisar conteúdos relevantes na web e se atualizar com as notícias de seu setor. Tudo isso precisa estar atrelado numa rotina que tem como objetivo ampliar sua produtividade.

4. Não seja multitarefas

Lembre-se que mesmo trabalhando em casa, você será mais produtivo se mantiver seu foco no que é importante e no que faz bem.

Fazer simultaneamente atividades que demandam atenção compromete o resultado final, seja em termos de efetividade ou produtividade, já que a chance de erros aumenta, além de gastar cerca de 50% a mais do tempo para concluí-las.

Se for possível, transfira para secretária da empresa ou mesmo para um assistente virtual todas as tarefas que tomam tempo e que não precisam ser executadas por você, isso otimizará o trabalho!

11 sites com vagas de trabalho home office

Com a crescente adesão a essa modalidade de trabalho, a cada dia surgem novas plataformas com oportunidades disponíveis. Confira abaixo uma lista com 11 opções de sites para encontrar trabalho home office:

Vagas.com – esse é um dos sites mais famosos de vagas de emprego, onde empresas de vários segmentos e portes disponibilizam suas oportunidades, inclusive remotas.

Remotar – atualmente é considerada a maior plataforma de curadoria de vagas 100% remotas do Brasil. Inclui oportunidades nas áreas administrativa, financeira, jornalismo, jurídico e outras.

GetNinjas – plataforma com foco na área de prestação de serviços. Profissionais das mais diversas áreas, desde encanador até dentista, podem se cadastrar e encontrar clientes em todo o país.

RockContent – empresa brasileira que conecta produtores de conteúdo a trabalhos remotos na área.

Freelancer.com – uma das primeiras plataformas de home office do Brasil. Reúne empresas e profissionais em busca de oportunidades de trabalho, geralmente nas áreas de programação e design.

Workana – plataforma de trabalho freelancer e remoto voltada, principalmente, para áreas criativas, como desenvolvimento de sites, gestão de redes sociais e edição de vídeo.

Black Vagas – plataforma desenvolvida pelo Movimento Black Money (MBM) com o intuito de unir empresas e profissionais negros em busca de trabalho.

Gitcoin – site voltado para desenvolvedores de todo o mundo que desejam trabalhar remotamente em projetos de código aberto.

Jobatus Brasil – funciona como um buscador de emprego que reúne vagas de todo o país, também home office. Ao todo, a plataforma conta com mais de 261 mil ofertas de emprego.

Home Agent – primeira empresa brasileira focada na terceirização de operações de atendimento das empresas. Profissionais que trabalham diretamente de casa podem oferecer seus serviços.

We Work Remotely – plataforma que oferece oportunidades de trabalho remoto em diversos setores, desde negócios até produção de conteúdo.

Agora que você já sabe como ser mais produtivo no home office, qual dica vai aplicar na sua rotina de trabalho? Comente abaixo.

Leia também:

FAQ – Perguntas Frequentes

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.