Pular para o conteúdo
Início » #16 Dicas e ferramentas para desenvolver sua criatividade » #5 técnicas para desenvolver a criatividade no trabalho

#5 técnicas para desenvolver a criatividade no trabalho

No ambiente empresarial poucas justificativas são mais decepcionantes do que “não tem jeito” ou “sempre foi assim”. Não seja essa pessoa. Respostas deste tipo escancaram sua incapacidade de ter criatividade no trabalho, e podem determinar seu futuro. 

O profissional que não sabe usar a criatividade no trabalho a seu favor não se diferencia. Acaba sempre oferecendo “mais do mesmo”, apenas o trivial que qualquer outro com o mesmo diploma ofereceria.

Ter criatividade no trabalho ou na vida pessoal é apenas uma questão de exercício. Não existe um ser humano saudável que seja biologicamente impossibilitado de ser criativo.  

Além de encontrar dificuldades para crescer profissionalmente, quem não se esforça para ser criativo tende a ficar entediado, descontente e estagnado diante dos obstáculos. 

Se você não se preocupar o quanto antes em estimular sua criatividade, conforme envelhecemos o quadro tende a piorar. Nossa chance de obter qualquer sucesso vai se reduzindo gradativamente. 

Pensando sobre isso, resolvi escrever algumas sugestões para você estimular sua criatividade no trabalho e entender todos os impactos positivos que ela pode trazer para a sua vida. 

Vou abordar os seguintes temas neste artigo:

Sumário

O que é ser criativo

Ser criativo significa ser alguém capaz de transformar ou criar novos métodos e ferramentas para executar tarefas de maneira original. E só cria ou transforma a realidade quem a questiona, certo?

Ou seja, ter criatividade no trabalho e na vida depende também do comportamento que se adota. Um indivíduo criativo é um curioso, que não se resigna facilmente diante das dificuldades que encontra no dia a dia, por menores que sejam. 

Veja a seguir dois exemplos famosos de pessoas brilhantes que se destacaram em suas profissões justamente porque não abriram mão de questionar. 

Exemplos de criatividade no trabalho

Imagine se Isaac Newton, inglês que viveu no século XVII, tivesse simplesmente reclamado que uma maçã lhe caiu na cabeça e se conformado com seu azar. Com essa postura, será que ele teria pensado sobre um modo de explicar a razão daquela fruta ter caído?

E se Albert Einstein tivesse apenas olhado o paradigma científico formulado por Newton 200 anos antes e pensado “deixa pra lá, esse problema não tem solução”, assim como muitos outros fizeram?

Estamos falando de 2 pessoas que revolucionaram a história e quebraram paradigmas simplesmente porque encararam o problema com curiosidade e criatividade.

Ser criativo é, antes de tudo, ser curioso e estar disposto a investigar uma maneira diferente de fazer as coisas.

Porém, para que o trabalho de investigação seja bem sucedido, é preciso saber fazer as perguntas certas. Vou te ensinar como fazer isso.

Leia também: 23 sintomas de que você é um Workaholic!

A importância de ter mais criatividade no trabalho

O mercado está em constante mudança. Por esse motivo, inovar é a saída que as empresas têm para prosperar. Sem profissionais capazes de ter criatividade no trabalho, sua derrota para a concorrência é apenas uma questão de tempo.

Cientes deste desafio, gestores competentes vão observar de perto o comportamento dos membros da sua equipe e, eventualmente, recrutar profissionais que demonstram ter criatividade no mercado de trabalho para obter melhores resultados.

Em 2020 a pesquisa chamada “The Future of Jobs Report” confirmou uma tendência que já vem sendo observada há alguns anos. A criatividade, originalidade e iniciativa estão mais uma vez entre as 15 habilidades mais buscadas por empresas de todo o mundo.

Se você se limita a desenvolver apenas as competências básicas relacionadas à sua formação, sem dar importância às competências comportamentais como essa, dificilmente você vai alcançar o que almeja.

A importância de ter mais criatividade na vida

No artigo completo que escrevi sobre criatividade, falei do impacto que essa habilidade pode ter na vida de cada um de nós. Pesquisas comprovaram, por exemplo, que pessoas criativas ganham salário maiores e se sentem mais felizes com sua vida do que a média. 

Uma vida robótica, sem criatividade no trabalho ou na vida pessoal não estimula o cérebro a produzir novos caminhos. As velhas soluções de sempre não incitam a produção de neurotrofinas – proteínas que fazem as pontes entre os neurônios. 

Um estudo da Nasa mostrou que, entre os 3 e os 15 anos, nossa habilidade de criar já se reduz drasticamente, de 98% para perto de 12%. Por volta dos 31 anos, esse número cai para 2%. Mas a biologia não é a única responsável por este declínio.

Nessa outra palestra muito famosa dos TEDTalks, o especialista em educação, Dr Ken Robinson, explica os desincentivos que o sistema educacional tradicional oferece, sufocando nosso potencial criativo ao longo dos anos. 

Como ele mesmo defende, a capacidade de desenvolver tarefas com criatividade na empresa ou em sua casa pode ser mais relevante do que seu nível educacional por si. Coletivamente, a criatividade pode definir inclusive o futuro da nossa espécie.

Desenvolver a capacidade criativa na vida adulta é plenamente possível, só exige empenho. Quer saber como? 

Como ser criativo no trabalho

Selecionei o contexto do trabalho porque sei que essa é a maior preocupação do público que me acompanha. Nossa fonte de renda e, em muitos casos, de senso de realização tem um impacto poderoso nos demais aspectos da vida adulta.

Nos dois tópicos seguintes vou mostrar como um gestor e como um profissional interessado podem desenvolver a criatividade no trabalho, em benefício próprio e de sua equipe.

5 técnicas de como estimular a criatividade no ambiente de trabalho

No ambiente empresarial é comum que os gestores proponham dinâmicas e técnicas para desenvolver a criatividade no trabalho em equipe. Abaixo resumi as 5 mais famosas.

Brainstorming

Dinâmica em equipe onde um problema é apresentado e todos podem falar palpites de solução inovadoras livremente, sem nenhuma censura. Todas as ideias são debatidas.

Brainwriting

Semelhante à dinâmica do brainstorming, mas em silêncio. Após a apresentação da questão chave, os participantes anotam suas ideias num papel para deliberação.

Mapa Mental

Nesta técnica usamos o diagrama para pensar o problema central. É uma maneira alternativa de pensar uma questão, com base no nosso funcionamento mental. 

A representação visual nos ajuda a ter novas ideias, memorizar e aprender. Sua aplicabilidade é tão ampla, tão simples e tão revolucionária que fiz um artigo exclusivo sobre mapa mental que vale a pena você ler.

Associação de ideias

Neste exercício somos convidados a refletir sobre possíveis associações/comparações entre conceitos que num primeiro momento parecem não ter correlação alguma. Ele nos ajuda a olhar qualquer palavra ou objeto por uma perspectiva diferente da usual.

Descontinuidade

Esse exercício em especial pode ser aplicado em qualquer momento do seu dia. Trata-se apenas de fugir das escolhas comuns: fazer um caminho diferente, testar outro restaurante, frequentar um bairro distante. Apenas pelo prazer de se surpreender com pequenas coisas.

Todas essas técnicas ajudam a estimular a criatividade e inovação no ambiente de trabalho, mas também podem ser usadas fora dele, na sua vida familiar, por exemplo. 

Profissional: como ser criativo no ambiente de trabalho

Agora vamos focar no seu crescimento individual enquanto profissional. Quais iniciativas você pode tomar para se desenvolver e ser mais criativo na empresa que trabalha?

Como vimos anteriormente, a criatividade também tem a ver com a postura que adotamos diante dos desafios que se apresentam. Ser criativo no ambiente de trabalho significa ser curioso e questionador, fazendo as perguntas certas. 

Quando alguém vier falar que algo não tem solução ou não vai dar certo, por exemplo, é preciso questionar “por que não?”. Uma pergunta simples que ajuda a avaliar se há alguma chance de quebrar um paradigma e transformar algo impossível em um bom resultado.

Depois, é preciso dizer “e daí?” para os acomodados e pessimistas que previam resultados desastrosos para um projeto ou processo inovador. Essa diferença demonstra atitude proativa diante das dificuldades e vontade de enfrentá-las.

O criativo, tal como uma criança, não tem medo de errar. 

Para completar, deixo a seguir aqui 5 hábitos que vão ajudá-lo a preencher seu acervo de ideias e facilitar seu processo criativo:

  • Esteja atualizado a respeito das notícias do nicho de mercado da sua empresa
  • Siga profissionais inspiradores nas redes sociais
  • Aprenda idiomas para acessar conteúdos novos
  • Perca o medo de errar, não seja um perfeccionista
  • Tenha um hobby não apenas para relaxar mas para aprender uma habilidade diferente do que faz no dia a dia

Conta pra mim nos comentários qual é a principal dificuldade que você encontra para desenvolver sua criatividade no trabalho.

FAQ

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notify of
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Acabe com a PROCRASTINAÇÃO e comece a ter resultados em sua vida!

X