Pular para o conteúdo
Início » Qual a diferença entre produção e produtividade?

Qual a diferença entre produção e produtividade?

Você sabe dizer a diferença entre produção e produtividade? Por mais que muitas pessoas empreguem as duas palavras como sinônimos, este uso não é correto.

Pessoas ou empresas podem ser consideradas pouco produtivas apesar da quantidade de mercadorias fabricadas ao longo do ano ter sido grande, por exemplo. Ficou confuso?

Não se preocupe. Neste artigo vou explicar melhor os dois conceitos, e você vai entender de uma vez por todas qual é a diferença entre produção e produtividade. Abordarei os seguintes pontos:

Sumário

Produção: o que é

O conceito de produção está relacionado à quantidade, volume de produtos, montante total produzido num determinado intervalo de tempo.

A produção é uma medida que dá a noção de tudo que foi realizado naquele período, sem o olhar específico para qualidade e racionalização dos fluxos envolvidos.

Trata-se, portanto, de um conceito com enfoque principal no resultado alcançado e constitui um número absoluto.

Você tem interesse em saber como aumentar o volume de produção do seu negócio ou sua produção no dia a dia? Confira a seguir alguns exemplos de como fazer isso.

Produção: como aumentá-la

Evidentemente que o aumento da produção está vinculado ao que se pretende produzir. Estamos falando de uma empresa ou de um indivíduo? De um produto, serviço ou da execução de tarefas?

Reuni abaixo alguns exemplos de iniciativas que visam aumento de produção. Eles vão ajudar você a consolidar a compreensão do conceito:

  • Contratar mais funcionários
  • Adquirir novas máquinas para produção em maior escala
  • Construir uma nova fábrica
  • Aumentar a carga horária dos trabalhadores
  • Comprar maior quantidade de insumos necessários para produção

Agora vamos entender o que é produtividade no tópico a seguir.

Produtividade: o que é

O conceito de produtividade se refere à eficiência de recursos. É o famoso “fazer mais por menos”, com otimização e organização das tarefas e processos envolvidos.

Para obter ganhos em produtividade, é imprescindível colocar uma lente de aumento na questão do ganho de qualidade e performance do trabalho.

Diferentemente do conceito de produção, a produtividade tem olhar atento aos processos e  ao desempenho que levará até a produção final. Trata-se de um número relativo que relaciona recursos utilizados ao resultado final.

Os exemplos no tópico a seguir vão ajudar na compreensão do que é produtividade.

Produtividade: como aumentá-la

Assim como fiz para o conceito de produção, trago aqui alguns exemplos elucidativos para auxiliar na compreensão da diferença entre produção e produtividade.

Por meio destes exemplos, fica mais claro como o foco dos dois conceitos é bem distinto. Veja: 

Qual a diferença entre produção e produtividade?

Imagino que neste ponto você já tenha entendido a diferença entre a produção e produtividade. Mas, caso ainda reste alguma dúvida, vamos resolvê-la com 2 exemplos simples.

Exemplo 1: diferença entre produção e produtividade das horas extras

No artigo completo que escrevi com dicas para aumento da produtividade, falei também sobre a importância de ter horários de descanso, respeitar o ritmo do sono etc. Repare que essas iniciativas podem ir na contramão do aumento da produção.

É claro que um gestor pode pedir que sua equipe faça horas extras para aumentar a produção da fábrica, por exemplo.

Porém, ainda que a quantidade de mercadorias produzidas aumente, existe o risco da produtividade individual de cada um cair, devido ao estresse, cansaço etc. 

Neste vídeo falo um pouco sobre o quanto essa ideia de jornada de trabalho de 8 horas ou de horas extras, na prática podem prejudicar seu negócio. 

Exemplo 2: diferença entre produção e produtividade na qualidade do trabalho

Agora vamos usar o exemplo de um profissional que deseja ter mais produtividade, e acaba apresentando uma produção menor do que o habitual naquele determinado período de tempo. Você entende por que isso acontece?

O profissional que tem este foco está mais concentrado na qualidade do resultado do que na quantidade final produzida. 

Dessa forma ele racionaliza os processos, economiza insumos, por exemplo, reduzindo os custos de produção. 

É claro que, para ser efetivamente produtivo, o resultado final da produção tem que continuar sendo proporcionalmente maior, embora em números absolutos possa ser menor. 

Confira o exemplo numérico no tópico a seguir.

Diferença entre produção e produtividade: exemplo numérico

No cenário inicial, suponha que Bruno produza 10 mercadorias por mês a um custo de R$ 100 a unidade.  Ou seja, durante um mês temos:

  • Produção total: 10 mercadorias
  • Custo total: R$1.000

Imaginemos agora que Bruno foi orientado a focar na produtividade. Assim, ele identifica oportunidades de melhoria no fluxo de produção e reduz a quantidade de insumos necessários. Neste novo cenário, em um mês teremos:

  • Produção total: 8 mercadorias 
  • Custo total: R$560

Repare que a produção final de Bruno caiu de 10 para 8 unidades. Porém, o custo final caiu quase pela metade, pois foi reduzido de R$ 1.000 para R$ 560. 

Em outras palavras, podemos concluir que, se Bruno utilizasse os mesmos R$1.000, agora ele seria capaz de produzir 14 mercadorias, e não apenas 10 como antes. A partir da otimização, ele apresentou um ganho significativo em produtividade.

Qual é mais importante: produção ou produtividade?

Apesar de muito comum, esta pergunta não faz muito sentido. Vou explicar o motivo.

Todos que se preocupam com produtividade estão, em última análise, preocupados também com a produção final. Afinal, indivíduos mais produtivos alcançam resultados melhores e mais consistentes no longo prazo. 

Como já falado aqui, focar somente na produção final pode prejudicar a produtividade individual ou da equipe. Porém, em momentos como o natal, por exemplo, aumentar a produção pode fazer sentido para atender à demanda mais alta, por exemplo.

Ou seja, em determinados intervalos de tempo ou em contexto específicos, o montante final da produção pode ser privilegiado, por mais que a produtividade fique prejudicada. Mas não recomendo que essa priorização se estenda por muito tempo.

Há alguns anos realizo um trabalho focado em aumento da produtividade, porque sei que essa é a única maneira saudável de alcançar metas, com equilíbrio entre vida pessoal e profissional, com saúde física e mental. 

No médio e longo prazo, negligenciar a produtividade e a qualidade de vida da qual ela depende é insustentável para atingir qualquer objetivo.

Confere essa live que fiz falando mais sobre como criar empresas que crescem em equilíbrio: Produtividade para Empreendedores – criando uma empresa que cresce em equilíbrio.

Ficou claro para você a diferença entre produção e produtividade? Apesar de relacionados, os dois conceitos não se confundem! Se restou alguma dúvida sobre o tema, escreve aqui nos comentários e terei maior prazer em ajudar!

FAQ

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.