Pular para o conteúdo
Início » O que é feedback, importância e exemplos

O que é feedback, importância e exemplos

Antes de explicar o que é feedback, gostaria de te convidar para uma reflexão:

De acordo com a pesquisa FIA Employee Experience (FEEx) 2020, cerca de 88% dos trabalhadores brasileiros acreditam que avaliações contribuem para seu desenvolvimento.

Porém, os dados levantados pela Insperiência, agência de educação corporativa, indica que mais de 50% dos gestores não sabem passar um bom feedback à sua equipe!

Contraditório, não? Esses dados fortalecem a importância de se criar uma cultura de feedback, mas, para isso acontecer, precisamos começar do básico e entender o que significa, quais os seus tipos e como aplicar.

Irei abordar esses e outros tópicos nesse artigo. Confira:

Sumário

O que é feedback

É um termo da língua inglesa e representa de feed = alimentar e back = de volta. Ou seja, significa realimentar ou dar resposta a um pedido, acontecimento ou até mesmo atitude.

Podendo ser aplicado em diferentes situações nas relações humanas, família, amigos, trabalho, etc. No ambiente corporativo, em especial, o feedback consiste no retorno que uma pessoa dá a outra no intuito de orientá-la quanto a sua performance.

Assim, tanto líderes como liderados precisam recebê-lo; é uma via de mão dupla.

Por que é importante?

Eu tenho reparado que a maioria dos projetos empresariais fracassam por problemas de comunicação. Vivemos em um cenário cada vez mais acelerado e dinâmico, em que as pessoas não têm tempo para ouvir as outras.

É premissa de uma boa comunicação também saber ouvir a opinião do outro. Então, se você, gestor, não cultivar uma comunicação eficaz com sua equipe, eles ficarão perdidos.

Como consequência, não vão conseguir direcionar corretamente o trabalho. E também não poderão ser culpados por isso, já que faltou a liderança…

Nesse sentido, se torna um importante instrumento de comunicação. Uma vez que, ele ajuda líderes e liderados a expressarem suas opiniões sobre processos, tarefas e rotinas, contribuindo para ambientes mais sinceros e relacionamentos sólidos.

Mas, além disso, essa avaliação se faz importante no ambiente de trabalho por outros motivos:

  • Aumenta a confiança e da produtividade entre os membros da equipe
  • Mantém os funcionários engajados e motivados
  • Reduz a barreira hierárquica (no sentido positivo)
  • Melhora a qualidade de produtos e serviços oferecidos

Os funcionários podem tirar os seguintes proveitos:

  • Permite reconhecer pontos fracos para transformá-los em aprendizado
  • Reforça os pontos fortes para aperfeiçoá-los ainda mais
  • Aumenta o sentimento de pertencimento

Líderes também são beneficiados com isso, pois:

  • Fornece uma resposta aos esforços da gestão
  • Possibilita um diálogo aberto que, consequentemente, fortalece a confiança

Líderes inspiram! Então tenha uma causa – https://www.youtube.com/watch?v=IOfX0Y5yKSk

5 estratégias para criar uma equipe mais produtiva – https://www.youtube.com/watch?v=4_d_FIrGzhs

Tipos de feedback

Como você já leu até aqui, o feedback nada mais é do que um processo de retorno ao outro. Porém, existem diferentes formas de se fazer isso, a fim de gerar bons resultados ao estimular uma mudança positiva.

Os principais tipos são: feedback positivo, feedback negativo e sanduíche feedback, mas vou mostrar outros modelos também interessantes e que podem ser adotados na sua empresa.

O que é feedback positivo

Como o nome sugere, visa reconhecer uma atitude ou um resultado positivo, reforçando que o caminho seguido é o certo. É como se fosse um elogio.

Esse estímulo não só engaja o colaborador, como também o ajuda a se tornar mais hábil na sua tarefa e produtivo.

O que é feedback negativo

Na mesma linha de raciocínio, o negativo, também chamado corretivo, visa dar um retorno a um comportamento inadequado ou resultado não alcançado.

Agora tenha atenção ao que vou dizer: nunca, mas nunca mesmo, exponha o colaborador na frente de outras pessoas e use palavras ofensivas, como fraco ou descomprometido.

Afinal, ele não deve se sentir julgado ou desestimulado, mas sim entender que precisa evoluir em determinado aspecto e, cabe você gestor, mostrar o caminho para isso.

O que é sanduíche de feedback?

Ponto positivo, ponto de melhoria e fortalecimento das qualidades. Essas são as três camadas que compõem o feedback sanduíche, cujo objetivo é tornar a avaliação mais digerível.

Basicamente, a sua dinâmica consiste em iniciar a conversa com um elogio, intercalar trazendo um ponto que o colaborador poderia melhorar e, ao fim, fortalecer uma qualidade que pode o ajudar a melhorar em determinado aspecto.

Há quem ame e odeie essa técnica, mas deixo essa avaliação para você. Meu objetivo é somente mostrar como funciona. Ainda tratei alguns exemplos. Continue a leitura!

Outros tipos

Feedback 360: esse modelo é interessante, pois todos os envolvidos contribuem na avaliação. São considerados os pontos de vista, como colaborador para colaborador, gestor para colaborador e do colaborador para si mesmo.

Feedback Canvas: é típico para avaliação de equipes e serve para medir o desempenho coletivo, partindo das análises individuais. É bastante útil pois fornece insumos ao gestor para melhorar os resultados da equipe.

Feedback Wall: diferente dos modelos apresentados, nesse tipo são os colaboradores que avaliam a empresa em quadros divididos em pontos negativos e positivos. Daí o nome wall, que em português significa parede/muro.

Os 5 princípios para um bom feedback

O segredo para um bom feedback está, justamente, na forma como a comunicação é feita para não abalar e/ou prejudicar o emocional da pessoa que o recebe.

Por isso, existem 5 princípios básicos, veja:

  1. Aplicável: tem que ser voltado para um comportamento ou atitude passível de mudança.
  2. Específico: ele tem que ser específico quanto ao comportamento que o locutor se refere.
  3. Oportuno: esse retorno precisa acontecer, preferencialmente, de forma rápida ao acontecimento em um local e momento adequado.
  4. Diretivo: jamais terceirize a sua avaliação! Isto é, realizado por outra pessoa que não observou o comportamento.
  5. Imparcial: por fim, não deve ser influenciado por opinião, e sim pautado nos valores da empresa.

Como dar feedbacks (exemplos práticos)

Chegamos ao final do nosso artigo e agora trago alguns exemplos com base nas diretrizes acima e algumas boas práticas de mercado.

Exemplo 1- Feedback positivo (líder para liderado)

Situação: o funcionário atingiu a meta mensal de vendas estabelecida previamente pelo seu gestor. Além disso, um dos principais clientes o elogiou pela condução da negociação, destacando o bom atendimento.


Feedback: fulano, parabéns pelo bom trabalho. Você conseguiu bater a meta do mês e recebeu um elogio do cliente X pela cordialidade. Continue assim!

Exemplo 2 – Feedback positivo (líder para liderado)

Situação: um dos membros da sua equipe mostrou notória habilidade para resolver um problema que nem mesmo você sabia como fazê-lo.

Feedback: “esse projeto foi bastante desafiante, não é? Não pude deixar de perceber que você conseguiu nos ajudar de forma espetacular, demonstrando comprometimento com a equipe e a empresa. Esse é o caminho, parabéns!”

Exemplo 3 – Feedback negativo (liderado para líder)

Situação: o gestor da equipe estava tão comprometido com as suas tarefas, que não deu o suporte necessário para a equipe durante um projeto Como consequência, o resultado foi abaixo do esperado.

Feedback: “compreendo que você tem que responder à alta gerência e precisa entregar suas tarefas no prazo. Contudo, precisávamos da sua atenção e não tivemos, com isso, ficamos confusos sobre o que deveríamos fazer. Se achar necessário, compartilhe conosco o que está acontecendo, afinal, somos um time”.

Exemplo 4 – Feedback corretivo (colaborador para colaborador)

Situação: em uma equipe comercial, um dos colaboradores falava muito alto durante as suas ligações. O que atrapalhava os demais na execução do seu trabalho.

Feedback: “eu sei que esse não é seu jeito de falar e você não faz intencionalmente, mas durante as ligações o seu tom de voz é tão alto que atrapalha os demais colegas. Sugiro fazer sua ligação na varanda do escritório ou tentar mediar a sua voz”.

FAQ

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.