Pular para o conteúdo
Início » O que é networking e para que serve: 11 dicas de como fazer

O que é networking e para que serve: 11 dicas de como fazer

Tenho certeza que você já ouviu falar da importância de construir redes de contatos relevantes para alcançar o sucesso. Mas você sabe mesmo o que é networking e para que serve na prática? Hoje falaremos tudo sobre este assunto!

Procure se lembrar: você nunca conheceu alguém que era um funcionário excelente mas parecia estagnado na carreira? Ou alguém cujo trabalho agradava a chefia, mas em termos de relações pessoais era um desastre?

Sem dúvidas que ser competente no que faz é importantíssimo. Mas sem um networking bem planejado, suas horas de dedicação podem ser insuficientes para gerar resultados.

Os benefícios de um network bem planejado são muitos, às vezes é até difícil mensurar. Não importa se você acabou de se formar, acabou de mudar de ramo de atuação ou se já tem experiência na profissão, ter uma rede poderosa pode te levar a outro patamar!

Vem comigo entender o que é networking e para que serve, além de conferir as dicas de como montar uma rede realmente vantajosa para sua trajetória.

Sumário

O que é Networking e para que serve?

Networking é uma palavra em inglês cujo significado traduzido para o português seria rede de trabalho. 

Na prática, networking é a montagem de rede de contatos profissionais que um indivíduo pode fazer com o objetivo de compartilhar conhecimento e, eventualmente, viabilizar crescimento na carreira.

Sua essência está na criação e sustentação de relacionamentos entre profissionais ao longo da vida, inclusive de nichos e empresas diferentes. Afinal, contatos profissionais valiosos podem vir também de conexões inusitadas.

A confecção do networking depende da disponibilidade de cada um de nós. Se você for alguém muito fechado ou até mesmo antipático, seu networking tenderá a ser limitado. Isso, sem dúvidas, terá algum impacto negativo no seu desenvolvimento. 

Por mais tímido que você seja, esta é uma prática vital para sua rotina. É preciso investir em tempo, abertura e dedicação para estabelecer uma comunicação positiva com as pessoas que entram em contato com você.

É através do network que muitas vezes conseguimos aquele emprego dos sonhos, ou aquela promoção que estávamos suando para conseguir. Muitos sócios se conhecem desta forma, e firmam acordos baseados na confiança e admiração mútuas que adquiriram.

Vale muito a pena dedicar um pouco de energia para fazer seu networking. Falo mais sobre os seus benefícios a seguir.

Por que o networking é tão importante?

Não desenvolver networking pode ser um dos erros mais decisivos da sua carreira. Por mais inteligente que você seja, sem contatos você não vai sair do lugar.

A habilidade de criar e nutrir relacionamentos é essencial para que você seja visto e, principalmente, lembrado. Não se trata de ser um “puxa saco” ou alguém pedante. Trata-se de ser alguém com o mínimo de desenvoltura, carisma e habilidade.

Lembre-se de ser estratégico. Saiba se posicionar para não correr o risco de passar despercebido e perder oportunidades chave que poderiam transformar sua vida.

Agora, se você acha que alguém dentro da empresa que você trabalha é o responsável pelo direcionamento da sua carreira, você está completamente enganado.

Nem a empresa onde você trabalha, nem seus amigos, nem sua família ou seus professores têm essa obrigação.

Cabe apenas à você se responsabilizar pelo seu sucesso, em qualquer âmbito da sua vida. Afinal, a vida é sua!

Você deveria ser o maior interessado em investir constantemente em cursos, eventos e formação de networking valioso para alavancar seus resultados. 

11 dicas de como fazer networking

Agora que já esclarecemos o que é networking e para que serve, vamos às dicas de práticas que qualquer pessoa pode adotar para começar a montar uma rede valiosa de contatos.

Selecionei abaixo 6 dicas que você pode aderir hoje mesmo para desenvolver um network poderoso.

1. Estabeleça uma meta para sua vida

Esse é o primeiro passo para tudo. Quem não sabe onde quer chegar vai ficar rodando sem sair do lugar. 

Se você não tem um objetivo em mente, para que você quer fazer networking? Não faz sentido. 

Caso esteja difícil pensar em prazos muito longos, pense nos próximos 3 meses. O que você gostaria de estar vivendo de diferente? O que você pode começar a fazer hoje para chegar lá?

A partir daí, com foco no que você realmente quer, você saberá quais lugares pode passar a frequentar para fazer o networking, por exemplo. Saberá identificar pessoas com objetivos parecidos com o seu, com quem você pode se aliar para chegar lá.

2. Olhe ao seu redor

Como falei antes, ninguém além de você é responsável pela sua carreira. Então, se você sabe qual é sua meta, está na hora parar de desperdiçar os contatos que você já tem hoje.

Com toda certeza alguém do seu círculo atual sabe ou conhece alguém que sabe uma informação valiosa para você. Uma dica quente, um conselho sobre qual seria o melhor caminho a trilhar.

Se você não consegue identificar alguém com este valor hoje ao seu redor, comece a conversar mais com as pessoas. Conheça amigos de amigos. Frequentes ambientes diferentes do que está habituado. 

Em geral as pessoas gostam de contar suas próprias histórias, então seja um bom ouvinte, um ouvinte realmente interessado. Aos poucos você vai farejando as informações que mais se alinham ao que deseja alcançar. 

Claro que não temos tempo ou energia para nutrir com a mesma intensidade todos os relacionamentos que temos. Mas procure não fechar portas. Seja leal e educado com as pessoas que se relacionam com você.

3. Use as redes sociais com inteligência

Quando usados de maneira inteligente e na medida certa, as redes sociais podem contribuir muito para a formação do networking. 

Para contatos profissionais a rede social que mais indico é o Linkedin. Porém, dependendo do ramo de atuação, talvez outras redes possam ser mais relevantes. Por isso, pesquise profissionais inspiradores no seu segmento e veja como eles se posicionam na internet.

Outra dica muito importante é compartilhar conteúdo nas redes sociais. Use essa oportunidade para mostrar seu nível de competência e chamar atenção para si de maneira positiva. 

Mas tenha clareza sobre seu objetivo: se você está viciado e deixando de fazer tarefas importantes por conta das redes sociais, saiba que está no caminho contrário do seu próprio crescimento.

Sem o cuidado necessário, as redes sociais podem se tornar um dos maiores vilões da gestão de tempo. Se este é seu caso, sugiro que veja minhas dicas sobre como combater a procrastinação.

4. Crie um blog ou site

Além da atuação nas redes sociais, blogs ou sites são excelentes maneiras de mostrar seu conhecimento para seus contatos. 

Uma vez criado, você pode usar as redes sociais para auxiliar na divulgação deste canal, Assim qualquer pessoa interessada pode acompanhar o que você anda criando.

5. Crie uma newsletter

Principalmente para quem tem dificuldades de criar conteúdo próprio, a newsletter pode ser uma saída para mostrar o quão antenado no seu mercado você está. 

Mas, atenção: para a distribuição periódica, use apenas as inscrições voluntárias. Começar a enviar conteúdo para a caixa de e-mails de pessoas que não pediram por ele pode até depor contra a sua reputação. 

Além de se manter atualizado sobre as novidades relevantes do seu segmento, você ajuda no crescimento dos seus contatos e ainda mantém seu nome fresco na memória de todos que compõem seu networking.

6. Participe de cursos e eventos relevantes

Essa é outra excelente maneira de estabelecer contatos profissionais de valor. Seja com o professor ou com os demais colegas na hora do coffee break, qualquer conversa pode ser preciosa.

Uma grande vantagem é o interesse comum que todos os presentes têm. Use isso a seu favor e, mais uma vez: se interesse genuinamente pelo que as pessoas têm a dizer. Faça perguntas e compartilhe sua posição.

Se possível, troque contatos com as pessoas e adicione em sua rede social profissional. O melhor momento para fazer isso é enquanto a memória sobre quem você é ainda está fresca. Então, não perca muito tempo para tomar a iniciativa.

7. Participe de fóruns e grupos de apoio profissional

Outra excelente forma de ser visto e se manter atualizado nas discussões mais importantes do mercado é reservar um tempinho para conversas em fóruns e grupos especializados no assunto que te interessa.

É uma maneira virtual de debater informações, ajudar e ser ajudado sempre que necessário. Uma alternativa bem interessante para quem tem alguma dificuldade para participar de eventos presenciais, por exemplo.

8. Esteja aberto a convites

Está muito relacionado ao item anterior. Fique atento aos convites que eventualmente surgirem nas rodas de conversa, sejam virtuais ou presenciais.

Você não precisa aceitar todos os convites que receber mas, eventualmente, é bom ser visto em eventos interessantes. 

Às vezes uma simples palestra pode abrir caminhos onde você não imaginava. Analise cada oportunidade com abertura e cuidado.

9. Aprenda a fazer apresentações

Não precisa ser a pessoa com maior a desenvoltura possível, mas é necessário fazer com o mínimo de competência.

Prepare-se para a apresentação. Entenda sobre o assunto que será exposto para não se enrolar caso surja alguma dúvida. Se possível, faça um roteiro e treine até se sentir preparado.

Encare a apresentação como uma oportunidade de ser visto por pessoas novas que podem ingressar em seu networking. É uma chance a mais de ter seu nome ser lembrado para futuros projetos, por exemplo. 

Procure aproveitar esse momento para mostrar sua competência e objetividade.

10. Não desperdice seus fins de semana

Quem acompanha meu trabalho sabe o quanto defendo a manutenção do equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Passar tempo com a família, com os amigos, descansar e se divertir são muitíssimo importantes para sua saúde física e mental, e, inclusive, para a sua produtividade.

Porém, se você é do tipo que se acostumou a jogar seu tempo fora aos fins de semana, dormindo até tarde ou sentado no sofá maratonando séries, saiba que este hábito pode estar atrasando muito sua vida.

Até mesmo se dedicar a um hobby como a prática de um esporte, por exemplo, pode ser uma maneira super saudável de conciliar lazer, desenvolvimento pessoal e profissional. 

Fora do ambiente corporativo também podemos fazer contatos excelentes de networking. Crie oportunidades para mais momentos de prazer como esse na sua vida e, quem sabe, não vem daí aquele relacionamento que vai se tornar uma parceria de sucesso?

11. Tenha uma agenda

Agendas digitais são ainda mais fáceis para armazenar seus contatos. Anote não apenas o nome e sobrenome, mas também o nicho e a empresa onde a pessoa trabalha. 

Quanto mais detalhes conseguir registrar, mais fácil será recuperar no momento oportuno.

Falo um pouco mais sobre essas e outras dicas neste vídeo curtinho sobre 7 coisas que te impedem de ter resultados. Vale muito a pena conferir! 

Networking: exemplos práticos de interação

Com as dicas de como montar o networking em mente, reuni aqui 6 exemplos de interações que você pode praticar nos ambientes que frequenta para fortalecer seu networking. 

1. Seja um bom ouvinte mas não fique mudo

É importante saber escutar o que os demais têm a dizer, com genuína atenção e interesse. Porém, se você ficar calado o tempo todo, poderá causar a impressão de que não entendeu ou simplesmente não prestou atenção ao que foi dito.

2. Dê feedbacks de apresentações

Em geral as pessoas gostam de ouvir o que seu público têm a dizer, principalmente se forem elogios. Mas não precisa mentir caso não tenha sido do seu agrado. Se for este o caso, pense numa maneira gentil de sugerir que outra abordagem pode ser interessante.

3. Agradeça as pessoas

Às vezes uma simples mensagem de agradecimento como resposta ao e-mail ou à realização de uma reunião pode ser a maneira de abrir novas portas para seu networking.

4. Ajude sempre que possível

Quando se deparar com algum profissional em busca de ajuda, inclusive para intermediação de contatos, sinalize uma possível saída. A gratidão que esta pessoa vai sentir pelo seu ato certamente vai fazer com que ela se lembre positivamente de você.

5. Compartilhe novidades

Não precisa necessariamente criar uma newsletter mas, eventualmente, compartilhe uma notícia que considerar relevante para a atuação daquela pessoa. Apenas cuidado para não exagerar na dose e ser visto como “chato”, o que acaba enfraquecendo seu networking.

6. Converse com as pessoas

De tempos em tempos, chame seus contatos para um café, um almoço. Ou apenas agende uma ligação. O ideal é ter algo de valor para contar, compartilhar. Mas, dependendo do nível de intimidade, é válido agendar o encontro apenas para trocar ideias.

Agora que você já tem uma boa ideia do que é networking e para que serve, conta pra gente nos comentários: você já colheu algum fruto do networking na sua vida profissional?

FAQ

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.