Pular para o conteúdo
Início » O que é planejamento estratégico e como fazer

O que é planejamento estratégico e como fazer

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 60% das empresas abertas no Brasil fecham as portas antes de completar cinco anos de existência. Os motivos são vários, mas o que se destaca é o desconhecimento sobre o que é um planejamento estratégico.

A história dessas empresas que fecham prematuramente é quase a mesma: após anos prestando serviço para a mesma empresa, como assalariado, um pequeno empreendedor é demitido e decide realizar o seu sonho de trabalhar para si mesmo.

Com o dinheiro em mãos e muita força de vontade, ele decide abrir o seu próprio negócio. O seu primeiro passo foi buscar um local barato para alugar, planejar a reforma e comprar alguns produtos.

Embora essa pareça uma boa estratégia, esse pequeno empreendedor desconsiderou outros pontos essenciais para abertura da sua empresa e o seu sucesso a longo prazo.

Acessibilidade do local, análise da concorrência, estudo do público e capital de giro, por exemplo, nem sequer foram considerados. Sem saber, esse empreendedor se torna um forte candidato para compor a estatística do IBGE.

O fato é que planejar deve fazer parte da rotina de todo empreendedor! E quando falamos ao nível estratégico, esse planejamento, por mais simples que seja, precisa contemplar ações que serão desenvolvidas para alcançar objetivos a longo prazo.

A minha proposta no artigo de hoje é te mostrar, de forma simples e clara, o que é um planejamento estratégico e te dar uma noção de como montar o seu.

Olha só o que vou abordar:

Sumário

O que é um planejamento estratégico?

o que e planejamento estratégico

O planejamento estratégico é um processo que visa definir qual melhor caminho, estratégias e ações devem ser adotados por uma organização para alcançar o crescimento do negócio.

É uma importante ferramenta para gestão empresarial, pois possibilita projetar uma visão abrangente do futuro da empresa no mercado e definir o roteiro que deve ser observado por todos os departamentos para atingir as metas de negócio.

É a partir dessa ferramenta que acontece o gerenciamento de projetos de diversas áreas como recursos humanos, vendas, comercial, marketing e áreas que podem corroborar com a visão a ser alcançada.

Além disso, possui características específicas:

  • É projetado a longo prazo
  • Se desdobra em tático e operacional
  • Abrange a toda a organização
  • É definido pela cúpula da empresa
  • É voltado para a eficácia do negócio

Importância do planejamento estratégico

Como já mencionado, um dos principais fatores que contribuem para o fechamento prematuro das empresas no Brasil é o desconhecimento do que é um planejamento estratégico.

Enquanto ferramenta que define as ações necessárias para atingir os objetivos do negócio e indica direção a empresa deve ir, o planejamento estratégico se faz importante por diversos motivos, entre eles:

  • Maior organização: torna a visão da empresa mais clara na medida que, quando formalizado, se desdobra em planos táticos e operacionais, atingindo a todos os colaboradores.
  • Decisões mais estratégicas: o planejamento estratégico também propicia uma tomada de decisões mais acertada e ágil, colocando a empresa no lugar que ela pretende chegar.
  • Priorização de tarefas: quando traduzido em ações concretas, com metas e prazos definidos, o planejamento também auxilia no desdobramento das tarefas em ordem de prioridade.
  • Aumenta a produtividade da equipe: quando colaboradores são envolvidos no plano de ação, consequentemente se sentem mais motivados e engajados, aumentando também a qualidade das entregas.

Abaixo compartilho um vídeo sobre como um plano estratégico pode alavancar o seu negócio:

Como o plano estratégico é feito e qual o objetivo?

O plano estratégico de uma empresa pode ser feito por qualquer organização – seja de pequena, média ou grande porte.

O objetivo desse planejamento é projetar uma visão macro para o futuro que terá impacto no dia a dia da empresa. Além disso, é parte dos esforços para sobreviver em um mercado que se transforma rapidamente e antecipar cenários a partir da análise do mercado e das tendências.

Geralmente, as etapas de um planejamento estratégico envolvem: a definição da identidade da empresa, o mapeamento de onde está e onde deseja chegar, o estudo de quais estratégias serão realizadas e por fim, como diferentes áreas serão envolvidas e contribuirão com os objetivos.

Além disso, o processo de planejamento estratégico empresarial pode reunir especialistas em diversas posições como diretor, gerente ou líder do projeto, de acordo com o nível do plano sendo construído.

Os 3 tipos de planejamento estratégico

Como mencionado anteriormente, os tipos de planejamento estratégicos podem abranger diferentes níveis:

  • nível negócios: são planos concentrando nos aspectos competitivos da organização – criando vantagens competitivas e identificando oportunidades de crescimento a fim de estabelecer metas e alocar recursos financeiros, humanos e tecnológicos para atingir essas metas
  • nível corporativo: são planos centrado na empresa e definem como a empresa deve funcionar. Concentrando-se em organizar e alinhar a estrutura do negócio, suas políticas e processos e sua liderança sênior para atingir as metas desejadas.
  • nível departamental: são planos realizados por departamentos como marketing, comercial, finanças, RH e outras áreas para contribuir com a visão da empresa. Concentrando ações, iniciativas e metas alinhadas aos objetivos e aos negócios.

A diferença entre planejamento estratégico tático e operacional

Os planejamentos estratégico, tático e operacional se diferem, principalmente, quanto ao nível empresarial, o prazo dos objetivos e o detalhamento das ações. Porém, são complementares.

Entenda a diferença abaixo:

Planejamento estratégico – amplo e abrangente, considera fatores internos e externos que podem afetar a visão do negócio. Em função disso, tem um envolvimento maior das altas lideranças. É pensado no longo prazo (5 a 10 anos).

Planejamento tático – sua principal finalidade é o uso eficiente dos recursos disponíveis. Desse modo, contempla todos os setores e departamentos da empresa. Seu foco é no médio prazo (1 a 3 anos).

Planejamento operacional – é voltado para a eficiência na execução das atividades do cotidiano dos funcionários. Por esse motivo, é projetado para o curto prazo (até 6 meses).

Como fazer o planejamento estratégico em 5 etapas

Agora que você já sabe o que é um planejamento estratégico, está na hora de aprender a construir um. Mas antes, é preciso fazer os seguintes questionamentos: Quem somos? Onde/como estamos? Aonde Vamos? Como vamos?

Esse tipo de reflexão ajuda a identificar em qual estágio o seu negócio está e quais são as perspectivas de futuro. Porém, esta não é uma construção individual, sim coletiva.

Como o planejamento estratégico envolve várias pessoas, algumas etapas devem ser seguidas. São elas:

1. Diagnóstico do negócio

O diagnóstico do negócio é a primeira etapa do planejamento estratégico. Seu objetivo é entender como os ambientes externo e interno podem impactar nos resultados da empresa.

O diagnóstico externo, em especial, visa identificar oportunidades e ameaças. Já o diagnóstico interno, como o nome sugere, compreende o levantamento das forças e das fraquezas internas do negócio.

A matriz S.W.O.T – sigla para strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças) – é a metodologia mais usada para fazer essas análises.

2. Definição dos objetivos

Ter clareza dos objetivos do negócio é fundamental para estabelecer a missão, a visão e os valores da organização, mais conhecida como identidade organizacional.

Mencionando novamente Chiavenato, o autor define os objetivos empresariais como: “Resultados futuros que se pretende atingir; são alvos escolhidos que se pretende alcançar dentro de certo período de tempo”.

Alguns insights podem ajudar na construção dos objetivos:

  • Eles devem apresentar situações futuras
  • Devem legitimidade as ações da empresa, justificando a sua existência
  • Podem servir como padrões de referência para ações propostas
  • Podem mudar de acordo com a evolução da empresa

No vídeo a seguir, aprofundo mais nesse assunto: https://www.youtube.com/watch?v=28HEf0lGMdk

3. Declaração de missão, visão e valores

A identidade organizacional é o que torna uma empresa única e expressa como ela quer ser reconhecida pelos seus públicos interno e externo. São três elementos que a compõem:

  • Missão: a razão de ser da empresa; traduz as responsabilidades e pretensões da organização junto ao ambiente.
  • Visão: indica a pretensão de futuro da organização, ou seja, é onde a empresa gostaria de estar em um determinado tempo.
  • Valores: corresponde aos princípios, motivações e diretrizes que guiam a cultura da empresa e as ações dos colaboradores.

4. Criação de estratégias

A estratégia, também entendida como plano de ação, consiste em documento descrito com tudo o que é preciso realizar para atingir os objetivos. É imprescindível que ele tenha um cronograma de tarefas com ordem de importância e seus respectivos responsáveis.

Além disso, ele deve contemplar as etapas anteriores: análise do ambiente, objetivo, missão, visão, valores e indicadores de acompanhamento.

5. Monitoramento e avaliação dos resultados

Por fim, após implementado, o planejamento estratégico deve ser acompanhado periodicamente através dos indicadores pré-estabelecidos, bem como reuniões de resultados.

Embora tenha foco no longo prazo, o planejamento estratégico pode sofrer alterações conforme necessário. Isso inclui, por exemplo, surgimento de ameaças ou oportunidade, novos investimentos e mudança de rumos.

FAQ – Perguntas Frequentes

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.