Pare para pensar no ano que vem…

     O ano está acabando e agora começa o período em que as promessas que não foram cumpridas são renovadas para o ano que vem.

Este ano resolvi estudar essa questão e comecei uma pesquisa, perguntando sobre planejamento e o que as pessoas esperam o próximo ano.

O resultado da pesquisa é sempre divulgado no início do ano novo em nossos canais, mas o que posso adiantar para vocês é que o brasileiro é sempre otimista em relação às expectativas que cria para o novo ciclo.

Apesar das crises em diversos países e setores pelas quais estamos passando, para a maioria das pessoas, este foi um ano bom e tudo indica que o próximo dará continuidade a este cenário (talvez um pouco mais turbulento).

Enquanto houver otimismo e confiança por parte das pessoas, a coisa andará bem.

E para não perder o entusiasmo de ano novo, e quem sabe dessa vez colocar em prática seus planos, separe uma hora para planejar o próximo ano!

Não sabe por onde começar? Sugiro que veja o roteiro que explico no livro A Tríade do Tempo:

1 – Descubra o que é importante

  • Que papéis você precisa desenvolver no próximo ano?
  • Que atividade vai desenvolver para ter mais equilíbrio?
  • O que você precisa parar de fazer?
  • O que eu faço hoje me ajuda a realizar as minhas maiores aspirações?
    Essas e outras perguntas ajudam você a mapear o que faz sentido e o que não faz na sua vida. Essa clareza ajuda a ter foco, a usar bem o tempo para sair do lugar. Escreva as suas idéias de importante, reflita sobre elas e decida em que irá focar no próximo ano.
    2 – Metas, poucas, mas não deixe de ter – Não adianta fazer dez promessas de ano novo e não realizar nenhuma. É melhor ter uma ou duas que aconteçam do que nada que faça você sair do lugar.
  • Há algum tempo fiz um roteiro sobre planejamento de metas que pode te ajudar, clique aqui para acessar.
    3 – Antecipe datas – Aproveite que o ano não começou e planeje eventos importantes com antecedência como: férias, check up médico, renovação de documentos, viagens, cursos, etc.
  • Em cima da hora fica mais difícil de realizar.
    4 – Organização pessoal – Comece com a escolha de uma agenda, seja ela de papel ou um software, mas sem um local para registrar os itens anteriores não tem como. Depois, passe para a organização dos seus ambientes físico e digital, evite o acúmulo de informações desnecessárias e crie uma estratégia para se organizar, como explicado nesse e-book.

Todo ano sempre tem uma galera dizendo que o fim do mundo está próximo, mas eu acho que não.

Na dúvida, não deixe de planejar!

E nada de fazer dívidas surreais para o ano que vem, pois é bem provável que o mundo não acabe… 😉

Deixe um comentário