Pular para o conteúdo
Início » Qualidade de vida no trabalho: sua importância e seus benefícios

Qualidade de vida no trabalho: sua importância e seus benefícios

A qualidade de vida no trabalho (QVT) é um conceito relacionado com a preocupação geral sobre o bem-estar dos funcionários no ambiente laboral. As discussões sobre o tema se tornaram mais frequentes devido ao aumento dos casos de Burnout no país nos últimos anos.

A Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional causado pelo alto nível de estresse no trabalho. De acordo com a International Stress Management Association (ISMA-BR), o Brasil é o segundo país com maior número de trabalhadores afetados pela síndrome.

Os dados da ISMA corroboram com outros também alarmantes: o Brasil possui a maior taxa de pessoas com ansiedade e é o quinto na quantidade de pessoas com depressão, segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os fatores emocionais e psicológicos impactam diretamente na qualidade e satisfação no trabalho. Dessa forma, é responsabilidade da empresa promover um ambiente seguro e saudável para os seus funcionários.

Continue a leitura do artigo e saiba mais sobre:

Sumário

O que significa qualidade de vida no trabalho?

Há vários significados para qualidade de vida no trabalho. No âmbito da saúde, se trata da ausência de doenças físicas ou mentais, enquanto na área administrativa é definido com exigências de recursos, objetos e procedimentos que atendam demandas coletivas.

Entretanto, o conceito que adotaremos neste artigo é o desenvolvido pela professora universitária Silvinha Moretti, que define qualidade de vida como:

“O conjunto das ações de uma empresa que envolve a implantação de melhorias e inovações gerenciais e tecnológicas no ambiente de trabalho”.

Ou seja, o conceito de qualidade de vida no trabalho (QVT) está atrelado a um conjunto de ações e atitudes que possibilitam um bom clima organizacional e, consequentemente, saudável para o trabalhador.

De acordo com Chiavenato, um dos estudiosos sobre o tema, os principais fatores que impactam no bem-estar do funcionário são:

  • A satisfação com o trabalho realizado
  • As visões de futuro na organização
  • O reconhecimento pelos resultados alcançados
  • O salário recebido
  • Os benefícios concedidos
  • O relacionamento humano com o grupo e a organização
  • O ambiente psicológico e físico de trabalho
  • A liberdade e responsabilidade de tomar decisões
  • As possibilidades de participar

Qual é a importância da qualidade de vida no trabalho?

Muitas empresas ainda não se deram conta que se não investirem na satisfação dos seus clientes internos, ou seja, seus funcionários, certamente elas não irão conquistar os clientes externos, isto é, consumidores e sociedade de modo geral.

Uma pesquisa internacional realizada pela Sodexo indica que as empresas que promovem a qualidade de vida no trabalho são cerca de 70% mais rentáveis. Além disso, seus colaboradores são mais produtivos e o clima organizacional também é melhor.

A explicação para isso é simples: empresas são feitas por pessoas. Situações constantes de pressão por metas, ambiente insalubre de trabalho, assédio moral e ausência de benefícios adequados influenciam no bem-estar emocional dos funcionários.

Como consequência, a qualidade do serviço prestado ou produto oferecido é um puro reflexo da motivação e satisfação dos colaboradores.

Por esse motivo se constata a importância de adotar políticas e programas que auxiliam no bem-estar físico e emocional dos trabalhadores, uma vez que impactam diretamente nos resultados da organização.

Conheça 4 benefícios da qualidade de vida no trabalho

Alguns benefícios estão diretamente associados à qualidade de vida no trabalho, por exemplo:

1. Engajamento e motivação

Não basta um bom salário para manter os funcionários motivados. Pesquisas revelam que as condições de trabalho contribuem fortemente com o envolvimento nas atividades laborais.

Valorização das competências, feedbacks frequentes, pacotes de benefícios atrativos e treinamentos técnicos-profissionais são algumas formas de melhorar o engajamento e motivação dos funcionários.

2. Aumento da produtividade

A lógica é simples: colaboradores desmotivados, sobrecarregados, assediados e desanimados são menos produtivos, e têm mais chance de desenvolverem a Síndrome de Burnout.

Por outro lado, quando as cobranças são feitas de forma cordial, a demanda de tarefas é adequada e existe respeito, os funcionários conseguem exercer o seu trabalho da melhor forma e, consequentemente, mantém um bom nível de produtividade.

3. Retenção de talentos

Não é incomum funcionários talentosos, que sempre alcançam suas metas, pedirem demissão e migrarem para outras empresas. Os motivos para essa decisão podem ser vários, desde assédio moral até falta de reconhecimento.

O fato é que bons profissionais são sempre disputados, mas cabe à empresa segurar os talentos e desenvolvê-los. Um ambiente saudável, aliado a uma boa política de gestão de pessoas contribui para isso.

4. Fortalecimento da cultura organizacional

A cultura organizacional da empresa é formada por propósito, missão, visão e valores. Esse conjunto de elementos norteiam a execução de processos e a ação de pessoas.

Não basta comunicar esse conjunto aos colaboradores em cartilhas ou murais, é preciso fazer acontecer na prática, ter programas e ações que promovam de fato a qualidade de vida no trabalho.

Como promover a qualidade de vida no trabalho?

Agora que você já conhece alguns benefícios da qualidade de vida no trabalho, e ficou interessado em desenvolver ações na sua empresa, o primeiro passo é desenvolver uma pesquisa de satisfação interna com todos os colaboradores, incluindo as lideranças.

Essa pesquisa é útil para avaliar o grau de satisfação no ambiente de trabalho e identificar os problemas enfrentados por eles no dia a dia. Após a sua conclusão e apuração dos resultados, é possível traçar um plano de melhorias alinhado à realidade da empresa.

Essas melhorias podem contemplar:

Desenvolvimento das lideranças

É importante oferecer cursos e treinamentos para o desenvolvimento dos gestores e líderes. Dessa forma, é possível alinhar a liderança quanto a promover qualidade de vida também para os colaboradores.

Feedbacks constantes

Desenvolver a cultura de feedback é algo muito saudável para todos os envolvidos em uma empresa. Somente aprendendo sobre os erros e acertos, será possível obter melhorias e evolução.

Pacote de benefícios atrativo e diversificado

Oferecer benefícios como bonificação por cumprimento de tarefas e até mesmo conclusão de metas anuais é algo muito motivador para qualquer colaborador e funcionário.

Salários competitivos com o mercado

Sem dúvidas a empresa que preza por qualidade de vida deve manter um salário adequado e de acordo com o mercado de atuação. Além de trazer motivação, promove satisfação entre os funcionários, em realizar um trabalho cujo o qual estarão sendo bem remunerados

Programas de desenvolvimento pessoal e profissional

Oferecer programas que ajudem no desenvolvimento pessoal e profissional é também um grande aliado para trazer mais qualidade de vida no trabalho.

Programas de saúde e bem-estar emocional

Sem dúvidas esse seja um dos pontos mais importantes tratando-se de qualidade de vida no trabalho. Oferecer atividades como ginástica laboral e até mesmo descontos em programas de academias, é muito motivador e alimenta ainda mais a qualidade de vida.

Espaço físico confortável e adequado

É fundamental também para qualquer empresa oferecer aos seus colaboradores um espaço físico adequado e confortável. Ambientes com boa iluminação, com mesas e cadeiras ergonômicas fazem toda a diferente até mesmo na produtividade de qualquer pessoa.

Veja agora nesse vídeo, o quanto é importante também para o empreendedor ter qualidade de vida na sua empresa!

4 empresas que investem nos funcionários

Para te inspirar, conheça algumas empresas que adotaram ações de qualidade de vida no trabalho e, além de alcançarem bons resultados nos negócios, são ambicionadas por muitos profissionais.

Google – a gigante da tecnologia também é inovadora quando o assunto é motivação e engajamento. A cultura da empresa, existente desde 1998, valoriza a liberdade e responsabilidade.

Os funcionários têm direito a jornada de trabalho flexível, lanches gratuitos, salas de jogos, espaço para descanso, massagem, ginástica grátis, licença maternidade ampliada, creche no local, antecipação de novidades e muito mais.

Unilever – a multinacional de bens de consumo também é um case de qualidade de vida no trabalho por promover ações de incentivo à prática de atividades físicas e aprendizado constante.

Além de firmar parceria com uma plataforma que integra academias em todo o país, a empresa criou um programa de mentoria e outro de assistência ao funcionário que oferece serviços de aconselhamento, cursos de redução de estresse e coaching.

Creditas – visando manter uma “tripulação” saudável, com tempo e recursos para dar o seu melhor na vida profissional e pessoal, a startup de serviços financeiros tem um pacote de benefícios diverso.

Além de contar com plano de saúde e odontológico, a empresa e oferece curso de idiomas, jornada flexível, no dress code, sessões online de ginástica laboral, meditação e reiki, desconto em produtos da empresa e espaços de coworkings gratuitos.

Liv Up – a startup com foco em alimentação saudável tem diversas ações para incentivar seus funcionários a terem uma vida mais saudável, como a disponibilização das próprias refeições e snacks.

Há também o Living Up on the roof, projeto que estimula a realização de atividades físicas com aulas abertas de acordo com o interesse dos colaboradores. Já o Livupalloza é focado no entretenimento e os funcionários mostram seus talentos na música, dança, canto, etc.

Agora que você já sabe como ter qualidade de vida no trabalho, qual solução você vai aplicar na sua empresa? Comente abaixo.

Leia também:

FAQ – Perguntas Frequentes

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.