Pular para o conteúdo
Início » Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa

Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa

“Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa”. Não me lembro onde li essa frase, mas passei a utilizá-la repetidas vezes no Twitter. Ela é muito verdadeira, direta e sincera, e, por consequência, acaba sendo dura para algumas pessoas também.

As empresas e a sociedade, de modo geral, estão abarrotadas de pessoas que vivem dando desculpas do porque não conseguiram fazer as coisas. Nós sempre temos na ponta da língua um motivo chave que fez a gente não realizar aquela atividade. 

Se o pedido ou a atividade for por e-mail fica mais fácil de recusar, ou de empurrar para outra pessoa. Afinal, o e-mail virou o grande “tirador da reta” corporativa que o homem inventou: “Se não vi a mensagem, não pude fazer a atividade”. 

E vou além, para a maioria das pessoas, não é que está faltando tempo, o problema é que está sobrando desculpas. Mas quando a gente quer algo de verdade, quando a vontade ou a necessidade é maior que tudo, a gente vai lá e faz.

Se você acredita quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa, continue aqui comigo e saiba mais sobre:

Sumário

Afinal, quem quer faz acontecer?

Na lista das milhares de desculpas possíveis a que tem sido mais frequente é: não tive tempo. Concorda?

Tirando as coisas que estão totalmente fora de nossa linha de controle ou atuação, as outras simplesmente não foram priorizadas ou escolhidas. 

Você não leu aquele livro porque teve preguiça; não retornou aquela ligação porque o cliente era chato; não concluiu seu dia porque colocou um monte de outras coisas na frente; deixou de ir à academia porque estava com moleza naquele dia; não terminou de escrever seu livro porque precisa revisar ainda mais.

E assim a vida passa…

É simples, quem quer faz acontecer sem desculpas. Nada de enrolação, falsas promessas e procrastinação, simplesmente porque quem quer, arruma um jeito e quem não quer, arruma uma desculpa. Isso vale para a forma que você se comporta e como agem com você.

Quem não faz acontecer: 10 tipos de pessoas que você deveria se afastar

Certamente, você já ouviu diálogos do tipo:

Você: “Vamos somar esforços para bater a nossa meta coletiva do mês. É desafiadora, mas estamos bem próximos”.

A outra pessoa: “A meta do mês é impossível, criaram só para fazer a gente falhar. Quem sabe temos sorte no próximo mês”.

OU

Você: “A nossa prima está passando por um momento difícil. Um apoio, mesmo que moral, a ajudaria muito.”

A outra pessoa: “Não tenho nada a ver com os problemas dela. Ela é adulta, se vire”.

Seja no trabalho, na família ou no ambiente de estudos, sempre haverá aquela pessoa que não faz acontecer. Fique atento(a), pois seu círculo mais próximo é o que mais influencia você – tanto positivamente quanto negativamente.

De acordo com Jim Rohn, um dos principais nomes da filosofia no mundo dos negócios, nós somos a média das cinco pessoas com quem mais convivemos. Esse grupo pode reforçar o melhor você ou o pior você.

Portanto, achei relevante trazer para este artigo quais são os tipos de pessoas que você deveria se afastar. De forma mais ou menos explícita, são essas pessoas que não fazem acontecer e empacam também a sua vida:

  1. Quem só foca no problema e não na solução
  2. Quem age de maneira manipuladora e provocativa
  3. Quem gosta de te constranger publicamente
  4. Quem destratava pessoas com uma posição abaixo da sua
  5. Quem é pessimista e extremamente inseguro
  6. Quem só sabe ver o erro dos outros, mas nunca os seus
  7. Quem está sempre procurando desculpas para desistir ou não fazer algo
  8. Quem não quer ver o seu crescimento
  9. Quem se sente sempre injustiçado/perseguido
  10. Quem só te procura quando precisa

Como fazer acontecer em 6 passos

Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa. Ouso até dizer que o fazer acontecer é uma arte, porém, que nem todos dominam, seja por não saber gerenciar bem o tempo, se acomodar nas desculpas ou se cercar das pessoas erradas.

Separei abaixo alguns passos para não se tornar quem não faz acontecer, mas sim quem vira o jogo e realmente faz acontecer. Confira abaixo:

1º passo: trace um plano

Quem quer faz acontecer e para isso precisa de um planejamento. Desse modo, para chegar a algum lugar, você precisa saber onde está e como vai chegar até o seu destino. 

O passo 1 consiste em traçar um plano de ação que contemple objetivos, metas (sempre smart) e indicadores de acompanhamento. Prepare-se também para as situações adversas que certamente surgirão. Acredite em si e no seu potencial de fazer acontecer.

Não planeje o dia: https://www.youtube.com/watch?v=eSBqsafI6L4

2º passo: não espere pelo cenário ideal

Se você somente esperar pelo cenário ou recursos ideais para startar o seu plano, sinto em lhe dizer, mas ele não vai se concretizar. Simplesmente pelo fato dele não sair da gaveta. Então, adapte o que tem em mãos e dê início ao seu plano.

3º passo: faça do problema uma solução

Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa. Não seja essa pessoa que se esconde atrás de desculpas. Desafios e problemas fazem parte do processo de crescimento, no entanto, como você reage a eles é que te define. 

Quem realmente quer faz acontecer, acima de tudo busca incansavelmente soluções para superar os desafios. Costumo me fazer os seguintes questionamentos quanto enfrento um problema aparentemente sem solução:

  • O que consiste o problema de fato?
  • Qual a sua relevância?
  • Quais os principais caminhos para resolvê-lo?

4º passo: cerque-se de pessoas que queiram fazer acontecer

Lembra quando falei que somos a média das cinco pessoas com quem mais convivemos, em referência ao filósofo Jim Rohn? 

Em tese, manter por perto pessoas otimistas, motivadas e esforçadas te faz absorver parte dessas características. Se possível – o que nem sempre é – escolha seu grupo de referência não só por proximidade, mas também de forma consciente. 

5º passo: saiba gerenciar seu tempo

Eu ajudo as pessoas a administrarem seu tempo e as empresas a terem menos urgências. Mas isso não é uma tarefa fácil para a maioria. 

O que eu faço é ensinar a planejar, a priorizar, a fazer com que a pessoa coloque suas atividades no Neotriad e fique com ele aberto o tempo todo para gerenciar o dia. Parece super simples, mas não é. 

Eu não tenho que vencer o vilão do tempo, eu tenho que vencer o vilão da zona de conforto. Ou seja, aquele modus-operandi que todos nós temos, criado pela forma como nossos pensamentos são processados em nosso cérebro.

Para vencê-lo há duas etapas: em primeiro lugar, se conscientizar de que você está lutando contra décadas de um modelo antigo pré-estabelecido, contra apenas alguns dias de um novo modelo. Isso requer persistência constante, ou seja, todo o dia se forçar a fazer um pouco desse novo modelo que você quer implantar. 

E segundo lugar, achar um motivo forte que te motive a manter esse ritmo, por exemplo, o seu objetivo definido no 1º passo. 

7 coisas que impedem de ter resultados – https://www.youtube.com/watch?v=oO3cRANhcP0

6º passo: não tenha medo de agir

Por fim, você já se perguntou o porque não começou a agir, fazer a diferença? O que te impede? Se quiser algo e não fizer nada para consegui-lo, como resultado nada acontecerá. 

Quem quer fazer algo que realmente valha muito a pena, e achar um motivo para isso, vai acontecer e vai fazer. Caso contrário, você vai achar uma excelente desculpa para deixar para depois.

Quem quer faz acontecer, quem não quer arruma desculpa

Em suma, escolha entrar em ação e comece hoje a vencer suas barreiras e ir em busca de seus sonhos. Leve isso para sua vida profissional e pessoal. Não tenha medo de fazer acontecer!

FAQ – Perguntas frequentes

Comente também

O seu endereço de e-mail não será publicado.