Pular para o conteúdo
Início » Terça é o dia mais produtivo

Terça é o dia mais produtivo

Saiu uma matéria no Jornal da Cidade de Bauru, sobre uma pesquisa que aponta os dias mais produtivos da semana. Não tive acesso a pesquisa, mas pelo que entendi foram feitas apenas perguntas sobre como as pessoas estimam a sua produtividade diária, o que na minha opinião é bem subjetivo. Mas vale como um bom indicador. Segue a matéria publicada:

Adilson Camargo

O trabalhador é mais produtivo na terça-feira e na quarta pela manhã. É o que aponta um estudo feito pela consultoria Randstad com 3 mil pessoas entre 18 e 65 anos. Por outro lado, a segunda de manhã e a sexta à tarde são os períodos mais improdutivos da semana. Portanto, planejar reuniões importantes nesses períodos pode não ser uma boa ideia.

Quando se leva em consideração a jornada de trabalho nos fins de semana, o domingo à tarde é o campeão absoluto de baixa produtividade. A pesquisa ouviu trabalhadores de diferentes profissões. Os entrevistados deram pontos que variavam de 1 a 10 para cada dia da semana, conforme estimavam a produtividade naquele período.

O resultado apontou que a maioria se considera mais produtiva na terça-feira, o dia todo, e na quarta-feira pela manhã. Foram os períodos em que a pontuação ficou mais elevada. O pico de produtividade ocorre na terça e na quarta de manhã, com média de 8,1 pontos, segundo o estudo. E a melhor marca da semana.

À tarde, a produtividade registra uma queda tanto na terça quanto na quarta-feira, chegando a 8,0 e 7,9, respectivamente. Aliás, os trabalhadores consultados pela pesquisa se consideram menos produtivos à tarde, em todos os dias, menos na segunda-feira, quando o período da tarde é mais produtivo do que de manhã.

Depois do pico na terça e na quarta, a produtividade vai caindo paulatinamente a partir da quinta-feira, com ligeiros repiques pela manhã. Na sexta de manhã, por exemplo, a disposição dos trabalhadores é elevada. Ela chega a 7,8 pontos, mas cai à tarde, chegando a 7,3. É o dia da semana que apresenta a maior diferença entre os dois valores.

Na avaliação de Christian Barbosa, especialista em produtividade pessoal e empresarial, a proximidade do descanso acaba deixando as pessoas menos focadas e por consequência menos produtivas na sexta.
O encarregado de ferramentaria Roberval Piser Vieira, 39 anos, confirma a tese. Segundo ele, quando chega sexta-feira é sinal de que o fim de semana está chegando e todos ficam torcendo para que o dia acabe logo. “Talvez, por isso, o dia parece que não rende.”

Sobre a segunda-feira de manhã, ele diz que a produção normalmente é baixa porque demora um pouco até o corpo entrar novamente no ritmo de trabalho após o fim de semana de descanso. “Precisa pelo menos umas duas horas até embalar”, diz ele.

É basicamente a mesma explicação que o psicólogo Thiago Cury Machado encontrou para explicar a baixa produtividade na segunda e na sexta apontada pela pesquisa. “A produtividade é menor na segunda feira e na sexta de manhã porque o trabalhador está em um estado de transição de posições. Na segunda-feira pela manhã, ele estará se readaptando a sua ‘rotina’, enquanto que na sexta-feira à tarde o indivíduo está se adaptando a sua ‘rotina do final de semana’”, diz.

Segundo o psicólogo, existe também um fator físico para isso. “Em um final de semana, o corpo está relaxado, em um estado de alerta baixo. Quando existe uma modificação, tanto o corpo quanto a mente necessitam de um tempo para transição”.

Razão cultural

Mesmo no sábado de manhã a disposição dos trabalhadores é maior do que na segunda, mas pára por aí. A partir do sábado à tarde, os entrevistados deixam claro que não estão nem um pouco dispostos a trabalhar. O nível de produtividade atinge o ponto mais baixo da semana no domingo, principalmente à tarde, quando não ultrapassa os 6,4 pontos.

Para Machado, essa baixa produtividade no fim de semana captada pela pesquisa tem uma razão cultural para existir. “Historicamente, o domingo é reservado à família, ainda mais nos dias atuais, quando em muitos casos a família se reúne somente aos domingos devido as extensas jornadas de trabalho”, explica.

Quando se vê privado desse momento de lazer, Machado diz que o trabalhador sofre uma espécie de esgotamento psíquico. “Fisicamente, ele está presente em seu trabalho, mas com a cabeça voltada para outro lugar”, afirma. “Podemos pensar também que o homem precisa descansar, e se não fizer isso no fim de semana, a semana toda não irá ser tão produtiva quanto a de uma pessoa que teve seus dias de descanso”, aponta o psicólogo.

Para Christian Barbosa, domingo é o dia que as pessoas tentam se desligar completamente do trabalho para recarregar a energia e por isso acaba sendo um dia “preguiçoso” quando se tem de trabalhar. “Até pelo fato das pessoas estaremos menos estressadas é que recomendamos que a semana seja planejada neste dia, para permitir maior clareza no planejamento”, orienta.

0 0 votos
Article Rating
Se inscrever
Notify of
guest
3 Comentários
Mais votado
Mais novo Mais antigo
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Acabe com a PROCRASTINAÇÃO e comece a ter resultados em sua vida!

X